Pular para o conteúdo principal

GOAL : Renovação de técnicos é grande novidade no futebol paulista em 2017

Corinthians, Palmeiras e São Paulo não costumam contratar técnicos com pouca experiência no começo do ano. 
Imagem relacionada
Chegou a hora dos jogadores se reapresentarem aos seus clubes e, na cidade de São Paulo, eles encontrarão três grandes novidades: Corinthians, Palmeiras e São Paulo resolveram apostar em técnicos com pouca experiência, algo que não costumam fazer. Normalmente esses clubes preferem contratar treinadores conhecidos e com experiência para iniciar a temporada.

O Corinthians dará a primeira experiência para Fábio Carille como técnico do time profissional. Ele já treinou o clube como interino e conhece bem os jogadores, mas a escolha surpreendeu bastante. Nesta década, de 2010 para cá, o Corinthians só apostou em dois técnicos para começar a temporada: Tite e Mano Menezes. 

Antes disso, a última vez que o time tinha apostado em uma novidade foi em 2004, quando Juninho Fonseca treinou a equipe desde o começo do ano. Mas a experiência durou pouco e, em fevereiro, Oswaldo de Oliveira já assumiu o posto. No Palmeiras o último teste foi mais recente: em 2013 a diretoria manteve o novato Gilson Kleina no cargo e o segurou até meados de 2014. 

Ele foi campeão da Série B, mas saiu muito criticado. Fora este teste, o Palmeiras só vinha apostando em técnicos renomados a cada começo de ano. Em 2010, Muricy Ramalho iniciou o planejamento. Em 2011 e 2012, Felipão começou o trabalho. 

Em 2015, Oswaldo de Oliveira assumiu a equipe desde o início. E em 2016, Marcelo Oliveira foi escolhido para fazer o planejamento da temporada. Nem sempre isso deu certo, então agora o Verdão vai buscar uma renovação com Eduardo Baptista, técnico que só treinou três times até agora, durante apenas dois anos e meio de carreira No São Paulo a situação é parecida. 

Basta ver os nomes que começaram as temporadas recentemente: Ricardo Gomes (2010), Paulo César Carpergiani (2011), Emerson Leão (2012), Ney Franco (2013), Muricy Ramalho (2014 e 2015) e Edgardo Bauza (2016). 

Nenhum deles era um teste. A última experiência que o São Paulo fez foi colocar Cuca no início da temporada de 2004 e deu muito certo, pois ele começou a construir uma base que seria campeã futuramente, além do técnico ter se transformado em um dos melhores do Brasil atualmente.Porém, em 2017, o clube resolveu dar chance para um novato: Rogério Ceni fará seu primeiro trabalho como técnico logo no clube em que virou ídolo. É uma grande aposta, com muito mais risco do que as anteriores. 


A expectativa é que o resultado seja diferente também.Vale destacar também que essa tendência de apostar em técnicos com pouca rodagem não é exclusividade do futebol paulista. Outros clubes grandes pelo Brasil terão comandantes jovens em 2017: Atlético-MG (Roger Machado), Botafogo (Jair Ventura), Flamengo (Zé Ricardo) e Internacional (Antônio Carlos Zago).
Resultado de imagem para GOAL PNG

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.