Pular para o conteúdo principal

Holanda 2x0 URSS - EURO 88 FINAL

Resultado de imagem para holanda 1988
VIDEO:

Lembro me que vi esse jogo na TV , quando a Holanda sagrou se campeã da Euro 1988 -Se a Holanda de 1974 encantou os fãs de futebol e marcou uma era, porém voltou para casa sem a taça da Copa do Mundo, coube ao selecionado holandês de 1988 fazer o que ficou pendente 14 anos antes: vencer uma competição de grande porte. Não era um Mundial, mas uma miniatura dele. Trata-se da Eurocopa, que adoramos chamar por aqui de uma Copa do Mundo sem Brasil e Argentina. 

 O mês de junho de 1988 foi especial demais para os holandeses. Depois de terem amargado dois vices nas Copas do Mundo de 1974 e 1978, a coisa piorou demais por lá e o país se ausentou dos dois Mundiais seguintes, em 1982 e 1986. 

Completando a maré de azar sem precedentes, misturado com uma dose de ruindade, a Holanda também ficou de fora da fase final da Eurocopa de 1984. Era preciso mudar tudo e voltar a ser feliz. Por isso, a Federação Holandesa de Futebol não teve dúvidas e chamou o mesmo técnico inventor do carrossel holandês de 1974. Com Rinus Michels no banco de reservas e o amadurecimento de uma geração primorosa, a Holanda venceu a Eurocopa de 1988 com sobras. E ainda se deu ao luxo de espantar dois fantasmas do passado: eliminou a Alemanha na semifinal e ganhou a decisão no mesmo Estádio Olímpico de Munique em que perdeu a Copa 14 anos antes. Em 25 de junho de 1988, veio a final contra a perigosa e estável União Soviética. 

Um time que se consagraria meses depois campeão olímpico e que tinha no goleiro Dasayev a grande figura. Eu tinha apenas dois anos de idade no dia desta grande decisão, mas graças ao YouTube pude ver o VT da final e comprovar o quanto aquela Holanda jogava bola. O que Gullit e Van Basten fizeram foi realmente histórico. Primeiro, veio o gol de Gullit, em uma espetacular cabeçada. 

Mais parecia um chute, de tão forte. Só que o melhor surgiu no começo da etapa final. Van Basten, que estava no lado direito da grande área, arrematou de primeira um cruzamento feito do lado esquerdo. Um gol que com certeza pode ser considerado um dos 20 mais bonitos de todos os tempos. Estampou o 2 a 0 no placar e deu um recado aos soviéticos: nem mortos eles sairiam de Munique com a taça. Era um acerto de contas que a Holanda precisava fazer com a história e com os astros do futebol. 

 A maior prova de que a má fase havia ficado para trás veio na sequência do segundo tempo, quando o goleiro Van Breukelen pegou um pênalti cobrado com raiva por Byelanov. Uma defesa que fez justiça à frieza dele, assim como aos mitos Gullit, Van Basten, Rijkaard e Koeman. Confira abaixo os melhores momentos. Foi uma aula. Um carrossel modernizado e que me deixou com uma pontinha de inveja de quem viu aquela Holanda de 1988 jogar ao vivo.

Postagens mais visitadas deste blog

O futebol e a salsicha

Dia destes numa fila qualquer ouví um dizer: "Perdí as esperanças no futebol depois da final da Copa da França em 1998. 
 Logo pensei : 

" Se Imaginássemos como são feitos o futebol e a salsicha jamais consumiriamos essas "guloseimas"

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

07/08/2016 22:05 A seleção brasileira masculina de hóquei sobre grama disputou o seu segundo compromisso no torneio dos Jogos Olímpicos Rio 2016 neste domingo, 8 de agosto, no Centro Olímpico de Hóquei, no Complexo de Deodoro. Ao enfrentar a forte Bélgica, a seleção brasileira foi derrotada pelo placar de 12 a 0. O Brasil passou a somar duas derrotas em duas partidas, já que perdeu na estreia para a Espanha por 5 a 0. Na próxima rodada, terça-feira, 9 de agosto, os brasileiros voltam a campo para encarar a Grã-Bretanha. Encarando um time muito competitivo, os atletas brasileiros conseguiram manter o jogo equilibrado até o fim do primeiro quarto – de um total de quatro quartos, de 15 minutos cada –, quando a Bélgica marcou seus dois primeiros gols. A partir daí, a equipe brasileira sucumbiu à superioridade belga, ameaçando o gol adversário apenas em lances esporádicos. Com o domínio absoluto da partida, a Bélgica foi ampliando até chegar ao placar final de 12 a 0. "Pela primeira vez …

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)