Santíssima Trindade é o Campeão Master do Campeonato Amador da Capital 2016


O Santíssima Trindade venceu o Santa Quitéria nos pênaltis por 6 a 5 e conquistou o título da categoria Master do Campeonato Amador da Capital 2016. Os times, que tinham ficado no 1 a 1 na ida, empataram por 2 a 2 na manhã deste domingo (4), no Estádio Maurício Fruet. No tempo normal, Gaúcho e Jaílton marcaram para os mandantes, e Douglas e Elieder empataram para os visitantes.
 
Já nas cobranças de pênalti, Betinho, Bico, Leomar, Eliezer e Celinha acertaram para os donos da casa. Auri, Emerson Gaúcho, Elieder, Faísca e Emerson também converteram para os visitantes. Nas cobranças alternadas, Jailton, do Santa Quitéria, cobrou, e o goleiro Macaco defendeu. Douglas, do Santíssima Trindade, acertou e garantiu o título para o time visitante.
 
Santíssima Trindade busca empate nos minutos finais e garante título da categoria Master nos pênaltis
 
Os times protagonizaram um primeiro tempo com muita entrega, mas poucos lances de perigo. O Santa Quitéria teve as melhores oportunidades em bolas paradas. Espirro teve duas chances cobrando falta, mas bateu para fora. Marlon e Gaúcho também ameaçaram em contra-ataques, mas também erraram o alvo. Já o Santíssima Trindade assustou com Auri, que finalizou da entrada da área e mandou rente ao travessão.
Em busca do título, o Santa Quitéria voltou para a segunta etapa na pressão. E, logo no primeiro minuto, o atacante Renaldo sofreu pênalti. Na cobrança, Gaúcho bateu no canto direito, e a bola ainda tocou na trave antes de balançar as redes, 1 a 0. O Santíssima Trindade respondeu com o camisa 10 Auri que, livre na área, chutou em cima do goleiro Neneca. 
 
Minutos depois, Espirro tentou cruzar, a bola fez uma curva em direção ao gol, porém, o goleiro Macaco conseguiu tirar. Com o placar adverso, os visitantes foram para cima, mas foi o Quitéria quem ampliou. Aos 29 minutos, Jaílton recebeu de Gaúcho e bateu na saída do goleiro, 2 a 0. Os visitantes foram em busca do empate nos minutos finais de jogo. Aos 39', Douglas bateu da entrada da área e descontou. Auri chegou a balançar as redes, mas estava impedido. O empate veio mesmo aos 45'. Elieder bateu falta com perfeição e deixou tudo igual no marcador, 2 a 2, levando a decisão para os pênaltis. 
 
Nas penalidades, ambos os times tiveram 100% de aproveitamento na cinco cobranças normais. Porém, nas alternadas, o atacante Jaílton errou, e o Santíssima Trindade conquistou o título após Douglas marcar.
 
Campanha
O Santíssima Trindade sagrou-se campeão com cinco vitórias, dois empates e três derrotas. Antes de superar o Santa Quitéria na decisão, ele tinha passado pelo Bangú nas semifinais.
 
Ficha técnica
Santa Quitéria 2 (5) x 2 (6) Santíssima Trindade 
Local: Estádio Maurício Fruet, bairro Santa Quitéria
Data/Horário: 04/12/2016, às 11h
Árbitro: Leandro José Mendes
Assistentes: Sandra Maria Dawies e Alexsandro Euzébio da Silva. 
Santa Quitéria:  Neneca; Espirro (Celinha), Eliezer, Luciano (Bico) e Vilmar; Alex Lopes, Leomar, Maurício (Jaílton) e Marlon (Betinho); Marcos Gaúcho e Renaldo (Miguel). Técnico: Koselek.
Santíssima Trindade: Macaco; Marlon, César, Tois e Celso (Douglas); Nei, Camilo (Emerson Cunhado) e Auri; Elieder, Faísca e Mauro. Técnico: Almir. 
Gols: Gaúcho, aos 2', e Jaílton, aos 29', do 2º T (Santa Quitéria); Douglas, aos 39', e Elieder, aos 45', do 2º T (Santíssima Trindade).
Cartões amarelos: Espirro, Vilmar, Marcos Gaúcho (dois) e Betinho (Santa Quitéria); Macaco, Marlon, César, Celso, e Jean (Santíssima Trindade).
Cartões vermelhos: Alex Lopes e Marcos Gaúcho (Santa Quitéria); César e Mauro (Santíssima Trindade). 
Resultado de imagem para federação paranaense de futebol
                                 FPF

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"