Pular para o conteúdo principal

Santíssima Trindade é o Campeão Master do Campeonato Amador da Capital 2016


O Santíssima Trindade venceu o Santa Quitéria nos pênaltis por 6 a 5 e conquistou o título da categoria Master do Campeonato Amador da Capital 2016. Os times, que tinham ficado no 1 a 1 na ida, empataram por 2 a 2 na manhã deste domingo (4), no Estádio Maurício Fruet. No tempo normal, Gaúcho e Jaílton marcaram para os mandantes, e Douglas e Elieder empataram para os visitantes.
 
Já nas cobranças de pênalti, Betinho, Bico, Leomar, Eliezer e Celinha acertaram para os donos da casa. Auri, Emerson Gaúcho, Elieder, Faísca e Emerson também converteram para os visitantes. Nas cobranças alternadas, Jailton, do Santa Quitéria, cobrou, e o goleiro Macaco defendeu. Douglas, do Santíssima Trindade, acertou e garantiu o título para o time visitante.
 
Santíssima Trindade busca empate nos minutos finais e garante título da categoria Master nos pênaltis
 
Os times protagonizaram um primeiro tempo com muita entrega, mas poucos lances de perigo. O Santa Quitéria teve as melhores oportunidades em bolas paradas. Espirro teve duas chances cobrando falta, mas bateu para fora. Marlon e Gaúcho também ameaçaram em contra-ataques, mas também erraram o alvo. Já o Santíssima Trindade assustou com Auri, que finalizou da entrada da área e mandou rente ao travessão.
Em busca do título, o Santa Quitéria voltou para a segunta etapa na pressão. E, logo no primeiro minuto, o atacante Renaldo sofreu pênalti. Na cobrança, Gaúcho bateu no canto direito, e a bola ainda tocou na trave antes de balançar as redes, 1 a 0. O Santíssima Trindade respondeu com o camisa 10 Auri que, livre na área, chutou em cima do goleiro Neneca. 
 
Minutos depois, Espirro tentou cruzar, a bola fez uma curva em direção ao gol, porém, o goleiro Macaco conseguiu tirar. Com o placar adverso, os visitantes foram para cima, mas foi o Quitéria quem ampliou. Aos 29 minutos, Jaílton recebeu de Gaúcho e bateu na saída do goleiro, 2 a 0. Os visitantes foram em busca do empate nos minutos finais de jogo. Aos 39', Douglas bateu da entrada da área e descontou. Auri chegou a balançar as redes, mas estava impedido. O empate veio mesmo aos 45'. Elieder bateu falta com perfeição e deixou tudo igual no marcador, 2 a 2, levando a decisão para os pênaltis. 
 
Nas penalidades, ambos os times tiveram 100% de aproveitamento na cinco cobranças normais. Porém, nas alternadas, o atacante Jaílton errou, e o Santíssima Trindade conquistou o título após Douglas marcar.
 
Campanha
O Santíssima Trindade sagrou-se campeão com cinco vitórias, dois empates e três derrotas. Antes de superar o Santa Quitéria na decisão, ele tinha passado pelo Bangú nas semifinais.
 
Ficha técnica
Santa Quitéria 2 (5) x 2 (6) Santíssima Trindade 
Local: Estádio Maurício Fruet, bairro Santa Quitéria
Data/Horário: 04/12/2016, às 11h
Árbitro: Leandro José Mendes
Assistentes: Sandra Maria Dawies e Alexsandro Euzébio da Silva. 
Santa Quitéria:  Neneca; Espirro (Celinha), Eliezer, Luciano (Bico) e Vilmar; Alex Lopes, Leomar, Maurício (Jaílton) e Marlon (Betinho); Marcos Gaúcho e Renaldo (Miguel). Técnico: Koselek.
Santíssima Trindade: Macaco; Marlon, César, Tois e Celso (Douglas); Nei, Camilo (Emerson Cunhado) e Auri; Elieder, Faísca e Mauro. Técnico: Almir. 
Gols: Gaúcho, aos 2', e Jaílton, aos 29', do 2º T (Santa Quitéria); Douglas, aos 39', e Elieder, aos 45', do 2º T (Santíssima Trindade).
Cartões amarelos: Espirro, Vilmar, Marcos Gaúcho (dois) e Betinho (Santa Quitéria); Macaco, Marlon, César, Celso, e Jean (Santíssima Trindade).
Cartões vermelhos: Alex Lopes e Marcos Gaúcho (Santa Quitéria); César e Mauro (Santíssima Trindade). 
Resultado de imagem para federação paranaense de futebol
                                 FPF

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.