Pular para o conteúdo principal

Recurso tecnológico é usado pela primeira vez e causa polêmica

Árbitro usou vídeo para marcar um pênalti| Getty Images/Fifa
Árbitro usou vídeo para marcar um pênalti | Crédito: Getty Images/Fifa                         VIDEO

Pela primeira vez na história, uma partida da Fifa usou o recurso tecnológico para um lance não visto pelo árbitro. Aos 31 minutos da segunda etapa, o japonês Daigo foi derrubado por Berrío na entrada da área. Após 45 segundos, o árbitro parou o jogo avisado pelos árbitros de vídeo, que avisaram que um pênalti acontecera. 

 E o pênalti realmente aconteceu. Contudo, Daigo estava impedido no lance, causando toda a polêmica. No entanto, Daigo não chegou a receber o cruzamento, que foi para outro companheiro. Ou seja, ele não participou da jogada em questão. 

Logo, o pênalti aconteceu antes de jogador estar em impedimento. Muito se discutiu o caso, porque os impedimentos não são um dos motivos para a paralisação do jogo, que só pode ter interferência em lances de pênalti, bola que entrou ou não e cartão mal aplicado.
Resultado de imagem para revista placar LOGO

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.