Pular para o conteúdo principal

Desastre aéreo com o Alianza Lima em 1987


Resultado de imagem para acidente alianza lima



Resultado de imagem para acidente alianza lima
O Desastre aéreo com o Alianza Lima ocorreu em 8 de dezembro de 1987, quando um avião Fokker F27 (prefixo AE-560) caiu no mar, entre o distrito de Ventanilla e a cidade de Callao, no Peru. 43 pessoas morreram no acidente, entre elas os jogadores e a comissão técnica do Alianza Lima. Apenas o piloto sobreviveu.Em 1987, o Alianza Lima liderava a classificação do Campeonato Peruano antes do acidente. Em 7 de dezembro, o time viajou para Pucallpa, onde enfrentaria o Deportivo, e sairia vitorioso por 1 a 0. 


Resultado de imagem para acidente alianza lima
 A volta daria-se no dia seguinte, num avião Fokker F27 de propriedade da Marinha peruana, mas a aeronave caiu no mar, a poucos quilômetros do Aeroporto Internacional Jorge Chávez, no distrito de Ventanilla. Todos os jogadores e comissão técnica do Alianza morreram na hora, além de oito líderes de torcida, do árbitro Miguel Piña e de dois oficiais da Marinha. Apenas o piloto, Edilberto Villar Molina, sobreviveu ao sinistro. Completamente esfacelado, o Alianza recorreu a jogadores da base, tirou da aposentadoria os ídolos Teófilo Cubillas (contratado como jogador e treinador) e César Cueto, que haviam parado de jogar, além de atletas emprestados pelo Colo-Colo no encerramento do Campeonato, perdendo o título para o Universitario. 

O acidente Resultado de imagem para acidente alianza lima

A  fatalidade repercutiu fora do Peru: Bobby Charlton, ex-jogador do Manchester United e sobrevivente ao Desastre Aéreo de Munique, em 1958, lamentou a tragédia; já o Peñarol jogou a Copa Intercontinental com tarjas pretas em sinal de solidariedade ao time peruano. 
Resultado de imagem para acidente alianza lima
  A cerimônia de despedida 

Na cerimônia de despedida das vítimas do acidente, a bola usada no jogo contra o Deportivo Pucallpa, que fora resgatada dos destroços do avião, foi exposta para os cidadãos presentes no velório. Pouco depois, o Alianza disputaria um amistoso contra o Independiente (Argentina), que venceria o jogo por 2 a 1. 

José Velásquez marcou o gol dos peruanos, causando um momento de emoção no Estádio Alejandro Villanueva. Em meio ao luto no qual o Peru estava mergulhado, torcedores e jogadores do Alianza e familiares das vítimas dirigiam-se às praias para que o mar devolvesse os corpos. Vários meios de comunicação deram a notícia, e milhares de pessoas prestaram homenagem aos mortos. 

O então presidente peruano Alan García e o cardeal Juan Landázuri Ricketts manifestaram seu apoio ao Alianza, declarando-se torcedores da equipe. Juan Reynoso, à época com 17 anos e iniciante no futebol, foi um dos atletas que participaram da partida contra o Deportivo Pucallpa, tendo se lesionado durante o jogo. Ele acabaria não sendo liberado para viajar com os companheiros de time.
Resultado de imagem para wikipedia

Postagens mais visitadas deste blog

O futebol e a salsicha

Dia destes numa fila qualquer ouví um dizer: "Perdí as esperanças no futebol depois da final da Copa da França em 1998. 
 Logo pensei : 

" Se Imaginássemos como são feitos o futebol e a salsicha jamais consumiriamos essas "guloseimas"

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

07/08/2016 22:05 A seleção brasileira masculina de hóquei sobre grama disputou o seu segundo compromisso no torneio dos Jogos Olímpicos Rio 2016 neste domingo, 8 de agosto, no Centro Olímpico de Hóquei, no Complexo de Deodoro. Ao enfrentar a forte Bélgica, a seleção brasileira foi derrotada pelo placar de 12 a 0. O Brasil passou a somar duas derrotas em duas partidas, já que perdeu na estreia para a Espanha por 5 a 0. Na próxima rodada, terça-feira, 9 de agosto, os brasileiros voltam a campo para encarar a Grã-Bretanha. Encarando um time muito competitivo, os atletas brasileiros conseguiram manter o jogo equilibrado até o fim do primeiro quarto – de um total de quatro quartos, de 15 minutos cada –, quando a Bélgica marcou seus dois primeiros gols. A partir daí, a equipe brasileira sucumbiu à superioridade belga, ameaçando o gol adversário apenas em lances esporádicos. Com o domínio absoluto da partida, a Bélgica foi ampliando até chegar ao placar final de 12 a 0. "Pela primeira vez …

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)