Pular para o conteúdo principal

Alvo do São Paulo, Bruno Henrique se diz feliz na Itália

Esse artigo abaixo foi escrito pelo jornalista Jorge Nicola , publicado no site YAHOO:
Resultado de imagem para bruno henrique
Indicado por Rogério Ceni, Bruno Henrique aumentará a lista de volantes procurados pelo São Paulo que não serão contratados. O ex-corintiano está desde agosto no Palermo, da Itália, e não pretende retornar ao Brasil tão cedo. O Tricolor fez contato com o jogador dias antes do Natal, mas nem deve efetuar uma proposta oficial. “O Bruno Henrique está muito feliz com sua nova fase na Itália. Lá, ele encontrou qualidade de vida e sua família também está se adaptando muito bem”, afirma Sérgio Lucci, assessor do volante. Bruno Henrique foi comprado pelo Palermo em agosto por R$ 12 milhões – o Corinthians ficou com apenas R$ 3 milhões da negociação, já que detinha a menor fatia dos direitos econômicos. 

Na Itália, o volante ainda não é titular absoluto, mas tem jogado com frequência no Calcio. Das 14 rodadas em que esteve em campo, ele iniciou nove partidas. O maior problema para Bruno Henrique hoje é a condição do Palermo, antepenúltimo colocado. Se o Campeonato Italiano terminasse agora, o Palermo seria rebaixado para a segunda divisão – são só dez pontos conquistados em 18 partidas. 

A equipe venceu dois jogos, empatou quatro e perdeu 12 vezes. Somente Crotone e Pescara, com nove pontos, fazem piores campanhas. Vitória da situação: Na noite desta terça-feira, o Conselho Deliberativo do Tricolor se reuniu para votar os seis novos conselheiros vitalícios do clube. 


E o grupo do presidente Leco conseguiu uma importante vitória: foram 100 votos pela chapa da situação contra 67 da oposição. Desta maneira, as seis cadeiras ficarão com os atuais mandatários. Os eleitos são: Carlos Sadi, Ruy Stefanelli, Carlos Eduardo Monteiro, Chapecó, Paulo Ramos e Themistocles Almeida Júnior. Vale lembrar que em abril do ano que vem ocorre a eleição para presidente do Tricolor e o vencedor será apontado pelo voto dos conselheiros trienais e vitalícios.
Resultado de imagem para jorge nicola
Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui:

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.