Pular para o conteúdo principal

ZH : Após tragédia, camisa da Chapecoense está em falta no mercado

Após tragédia, camisa da Chapecoense está em falta no mercado Cristiano Estrela/Agencia RBS

Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS
A tragédia envolvendo o voo da Chapecoense, que matou 71 pessoas na madrugada desta terça-feira, em Medellín, na Colômbia, fez surgir uma rede de solidariedade. Depois de 13 mil pessoas de fora de Chapecó se associarem ao clube catarinense após o acidente, a fornecedora de material esportivo do time divulgou enorme procura pela camiseta da Chape. 
Resultado de imagem para camisa da chapecoense

A peça, inclusive, está em falta no mercado, segundo a Agência Estado. — Ficamos satisfeitos que pessoas ao redor do mundo queiram mostrar seu apoio à Chapecoense neste momento, e certamente vamos buscar formas de ajudar para que isso seja possível. 
Resultado de imagem para camisa da chapecoense
No entanto, qualquer coisa terá que ser feita em cooperação tanto com nossos parceiros no Brasil quanto com o clube em si, que certamente estão preocupados com questões mais urgentes neste momento — explicou, em nota, a Umbro.
Resultado de imagem para zero hora logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco