Pular para o conteúdo principal

TNYT :Adam Ondra Expected a Short, Hard Climb. Now He’ll Be Happy Just to Finish.

Adam Ondra, a 23-year-old Czech whom Climbing magazine called the sport’s future, on the Dawn Wall. “It’s definitely more difficult than I expected,” Ondra said. Credit Pavel Blazek Adam Ondra, a 23-year-old from the Czech Republic considered by some to be the world’s best climber, thought he might cruise up the Dawn Wall of El Capitan. Following the free-climbing route that Tommy Caldwell and Kevin Jorgeson blazed over 19 days nearly two years ago, having received advice and support from both men, Ondra hoped to complete the nearly 3,000-foot ascent in five or six days. For two days this week, he scampered up the sheer granite face that rises from California’s Yosemite Valley. 

He made it through the first 13 pitches, out of 32, then stopped on Wednesday for a day of rest. But the Dawn Wall is considered one of the hardest big-wall climbs in the world, daunting for its size, its vertical face and its lack of holds. On Thursday, it stymied Ondra, at least temporarily. 

 “Yesterday, I was to climb some of the crux pitches, starting with Pitch 14, which is the hardest,” Ondra said by telephone on Friday morning from his portaledge hanging on the wall of El Capitan. “But I failed to climb it, which was really devastating and really heartbreaking.


” INTERACTIVE FEATURE 

The Dawn Wall: El Capitan’s Most Unwelcoming Route A graphic tracks an attempt by Tommy Caldwell and Kevin Jorgeson to free-climb the 3,000-foot Dawn Wall, a vertical sheet of mostly smooth granite that many believe is the hardest climb in the world.
Resultado de imagem para the new york times logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.