Pular para o conteúdo principal

Repost :Estádios cheios são termômetros que medem a intensidade da ligação do torcedor com o time


Resultado de imagem para ALBINO TURBAY LOTADO
Resultado de imagem para estádio albino turbay cheio
Engana-se quem pensa que treinador ou mesmo os dirigentes não ouvem a torcida. 
A prova de que o grito da arquibancada ecoa forte nos vestiários e por todo o meandro onde atua a cartolagem ocorre no momento que o torcedor da um basta , porque não suporta ser tratado como palhaço ou como meros números de bilheterias , é nesse "momento crítico que rompe - se a união legítima do torcedor com o time. 
Resultado de imagem para TORCEDORES GERAL
O  torcedor deixa de lado aquele costume quase que fiel de comparecer nos estádios para torcer pela sua agremiação preferida , dando ainda mais ênfase às transmissões radiofônicas ou mesmo televisivas.


                                                            por Magno Moreira 17/09/15 - 20:03h

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco