Pular para o conteúdo principal

Dida começa nova carreira como auxiliar de Seedorf em time chinês

Resultado de imagem para DIDA
Aposentado desde dezembro, Dida já tem uma nova carreira a seguir. O ex-goleiro iniciou na função de auxiliar técnico ao lado de Seedorf, em um clube da China. Como integrante do Shenzhen FC, da segunda divisão, o antigo camisa 1 da seleção brasileira migrou de vez para fora do campo.
A mudança já era ensaiada há tempos. Ainda em 2015, Dida fez curso de Gestão Técnica no Futebol, na Universidade do Futebol, e depois concluiu a 'licença A' junto à CBF. O curso promovido pela entidade é o único no Brasil reconhecido pela Conmebol e Fifa e dá habilitação para função de treinador.
No começo da atual temporada, o ex-goleiro da seleção, Vitória, Cruzeiro, Corinthians, Portuguesa, Grêmio e Inter fez período de observação justamente no Beira-Rio. Chamado popularmente de estágio, ele consta como exigência para conclusão do curso de treinador.
Seedorf e Dida jogaram juntos no Milan. O holandês foi anunciado como treinador do Shenzhen FC no começo de julho, mas a ida do antigo colega para a China ocorreu depois.
A temporada na segunda divisão chinesa já acabou e Dida voltou ao Brasil, onde deverá definir os próximos passos da carreira. O Shenzhen FC, mesmo com trabalho dos multicampeões, ficou longe do topo da tabela. A equipe terminou em nono lugar, com 40 pontos.
Resultado de imagem para uol logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.