Pular para o conteúdo principal

Há mais de 50 anos Brasil vencia EUA e conquistava o bi mundial de Basquete

Resultado de imagem para brasil bi campeão mundial de basquete
Uma das maiores conquistas do esporte brasileiro é o bi mundial de basquete. Há mais cinquenta anos o Brasil vencia os Estados Unidos no Maracanãzinho e conquistava o bicampeonato mundial de basquete. O Esporte Espetacular lembra essa vitória histórica e conversou com Wlamir Marques e Amaury Passos, dois dos mais importantes personagens daquele título. 
O Brasil já tinha conquistado o campeonato mundial de basquete em 1959, disputado em Santiago, no Chile. O Mundial de 1963 foi no Rio de Janeiro e reuniu 13 seleções. O Brasil, por ser o país-sede, só entrou na segunda e decisiva fase. Com uma campanha perfeita, vencendo todos os seis jogos da competição, levou o bi. - Eu fui campeão do mundo, nós ganhamos aqui no Brasil, com o ginásio lotado. E vencemos os Estados Unidos na final. 
Resultado de imagem para brasil bi campeão mundial de basquete

No último jogo contra os americanos, havia gente pendurada no suportes que sustentavam o teto, aquilo parecia um galinheiro, galinhas no puleiro. Fantástico e inesquecível - recorda Amaury Antônio Passos, eleito para a seleção do torneio.

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.