Pular para o conteúdo principal

França vira diante da Bulgária em Saint-Denis

Resultado de imagem para frança 2016
EFE : A França encontrou certa dificuldade no começo da partida contra a Bulgária nesta sexta-feira no Stade de France, mas conquistou a primeira vitória pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 com uma virada por 4 a 1, em noite da dupla do Atlético de Madrid formada por Antoine Griezmann e Kevin Gameiro. 

 Os franceses não guardam boas recordações dos búlgaros, já que ficaram fora da Copa de 1994 depois de terem perdido para Hristo Stoichkov e companhia na repescagem das Eliminatórias. Desta vez, a atual vice-campeã europeia não começou bem em Saint-Denis e sofreu um gol logo aos seis minutos de bola rolando, em pênalti convertido por Sagna e convertido por Alexandrov. 

Entretanto, a virada não demorou a acontecer, já que Gameiro empatou aos 23, de cabeça, e Payet marcou o segundo dos 'Bleus' três minutos depois, em cruzamento que acabou entrando diretamente na rede. O que foi um duelo difícil acabou se tornando uma goleada relativamente tranquila para a seleção anfitriã. Ainda no primeiro tempo, aos 38, Griezmann aproveitou a saída errada da defesa búlgara e bateu firme para fazer o terceiro. Após o intervalo, aos 14, o próprio Griezmann recebeu de Kurzawa e passou para Gameiro assinalar outro.


 A França é agora segunda colocada do grupo A da classificatória, com quatro pontos, atrás apenas da Holanda, que leva a melhor no número de gols marcados. A Bulgária caiu para a quarta posição, com três. Os holandeses enfrentaram Belarus no Estádio De Kuip, em Roterdã, e repetiram o placar obtido pelos 'Bleus'. Promes, com gols aos 15 e aos 31 minutos da primeira etapa, fez 2 a 0 para a equipe da casa. 

 Os bielorrussos até esboçaram uma reação, com Aleksei Rios, aos dois minutos do segundo tempo, mas Klaassen e Janssen balançaram a rede uma vez cada e selaram o triunfo da terceira colocada do último Mundial. 


 A terceira colocadação da chave é da Suécia, que obteve a primeira vitória em partidas oficiais desde a aposentadoria de Zlatan Ibrahimovic da seleção. A equipe comandada pelo técnico Jan Andersson fez 1 a 0 em Luxemburgo como visitante, com gol de Lustig.
Resultado de imagem para agencia efe logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.