Pular para o conteúdo principal

FI : Luverdense 2 x 1 Náutico - Verdão encerra sequencia do 'Super Giva'

Resultado de imagem para SERIE B
Lucas do Rio Verde, MT, 21 (AFI) - O Luverdense encerrou nesta sexta-feira, 21, a sequencia de seis vitória consecutivas do Náutico. De virada, com dois gols de Alfredo - e duas falhas do goleiro Rodolpho – o elenco de Júnior Rocha venceu por 2 a 1 no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT). 
Resultado de imagem para SERIE B
O resultado manteve os pernambucanos fora do G4 nesta 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e consolidou a primeira derrota de Givanildo Oliveira.Ainda assim o clube de Recife segue na briga pelo acesso à elite do futebol nacional, com 51 pontos. Avaí e Londrina, que já jogaram na rodada, somam 54 e 52 pontos cada, respectivamente. Já o Luverdense chegou aos 46 pontos com o resultado e alcança a pontuação virtualmente necessária para fugir do rebaixamento.
Resultado de imagem para futebol interior

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco