Pular para o conteúdo principal

Fernando Prass

Resultado de imagem para FERNANDO PRASS
Fernando Büttenbender Prass (Viamão, 9 de julho de 1978) é um futebolista brasileiro que atua como goleiro. Atualmente, defende a Sociedade Esportiva Palmeiras. É membro do Bom Senso F.C., movimento que reivindica melhor estrutura e melhores condições para os profissionais de futebol no Brasil.Começou nas categorias de base do Grêmio, porém atuou poucas vezes, pois na ocasião o titular absoluto era o ídolo Danrlei. 

Assim, se transferiu para o Vila Nova, onde se destacou muito com defesas importantes. Após a passagem pelo clube goiano, Fernando Prass seguiu para o Coritiba, onde foi titular absoluto, sendo um dos ídolos da torcida do Coxa Branca. Atuou no clube paranaense por muito tempo, fazendo milagrosas defesas. 

 Na Europa, jogou no União de Leiria , de Portugal, sendo o principal jogador do clube devido às suas incontestáveis atuações na baliza do clube português, substituindo à altura a Hélton que havia se transferido para o Porto. Depois de sua boa experiência no futebol europeu, Fernando Prass seguiu para o Vasco da Gama, onde conseguiu se firmar como um dos principais jogadores do time da Colina, conseguindo grande espaço na mídia esportiva do Brasil. O camisa 1 do Vasco ficaria por anos na equipe carioca.

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.