Pular para o conteúdo principal

SÉRIE B: Londrina e Avaí vencem fora de casa e dormem no G4

Resultado de imagem para SERIE B
Pelotas, RS, 18 (AFI) – Dois jogos abriram a 32ª rodada da Série B na noite desta terça-feira e os visitantes levaram a melhor. Mesmo jogando longe de casa, Londrina e Avaí venceram e assumiram a terceira e a quarta colocação dentro da zona de acesso à elite do futebol nacional.Na outra partida da noite, o Londrina, com gol de Itamar, bateu o Brasil de Pelotas, no Bento Freitas, por 1 a 0. 

A vitória levou o Tubarão aos 52 pontos, na quarta posição. Ao contrário do Avaí, no entanto, o Londrina ainda pode deixar o G4 já que Náutico, quinto com 51 pontos, e Bahia, sexto com 49, ainda jogam na rodada e podem subir na tabela. O Brasil, com a derrota em casa nesta terça, permanece com 45 pontos e é agora o nono colocado.A 32ª rodada continua na próxima sexta-feira com mais dois jogos. 

O Ceará recebe o Bragantino no Castelão, em Fortaleza (CE), e o Luverdense enfrenta o Náutico no Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT). Os outros seis jogos acontecem no sábado.
Resultado de imagem para FUTEBOL INTERIOR LOGO

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.