Atlético-MG e Internacional avançam às semifinais

A Copa do Brasil começou com muita emoção nesta quarta-feira (19). Nos jogos de volta das quartas de final iniciados às 19h30 (de Brasília), Atlético-MG e Internacional foram os grandes vencedores. O Colorado, que havia perdido na ida por 2 a 1, bateu o Santos por 2 a 0 e conquistou a classificação às semifinais. O Galo, que venceu a ida por 1 a 0, foi superado pelo mesmo placar e precisou definir a vaga nos pênaltis. Nas cobranças, o time mineiro contou com a estrela do goleiro Vitor e levou a melhor por 4 a 2. Agora, Atlético-MG e Internacional vão se enfrentar na próxima fase da Copa do Brasil. 

A outra semi da competição também sairá esta noite, dos confrontos entre Cruzeiro e Corinthians e Palmeiras e Grêmio. No Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), o Internacional entrou em campo pressionado por conta da derrota no jogo de ida, por 2 a 1. Com o apoio da torcida colorada, o time foi para cima no início da partida. E a postura ofensiva deu certo. Logo aos nove minutos, Alex cobrou escanteio da esquerda e Aylon cabeceou sem tirar os pés do chão para abrir o placar. O Santos acordou após sofrer o gol e, seis minutos mais tarde, Lucas Lima arriscou da entrada da área e obrigou Danilo Fernandes a fazer grande defesa. Aos 43, Lucas Lima cruzou e Ricardo Oliveira, com uma cabeçada forte, botou o arqueiro dos gaúchos para trabalhar novamente e salvar o time da casa. 

 Na etapa final, o ritmo da partida caiu um pouco, e a primeira grande chance de gol veio somente aos 28 minutos. Após cobrança de escanteio, Ernando desviou e acertou a trave. O Inter seguiu apertando e, já aos 42, em rápido contra-ataque, Eduardo Henrique abriu na direita e Eduardo Sasha, com um lindo toque de cobertura, garantiu a classificação colorada. No Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), o Juventude acabou com a vantagem do Atlético-MG de forma relâmpago. Aos 32 segundos de bola rolando, Pará recebeu pela esquerda e cruzou na medida para Hugo Almeida tocar de cabeça e deixar tudo igual na soma dos placares (o Galo venceu o jogo de ida por 1 a 0). 

Três minutos depois, Wanderson arriscou chute de fora da área e obrigou Vitor a fazer grande defesa para evitar o segundo dos gaúchos. Aos 11, a resposta mineira. Patric partiu pela direita, invadiu a área e cruzou. De cabeça, Júnior Urso mandou a bola no canto, e Elias caiu para fazer a defesa. Aos 44, nova chance atleticana. Em contra-ataque, Robinho avançou pela esquerda e cruzou nos pés de Lucas Pratto. O atacante argentino bateu com força e Elias fez excelente defesa para salvar o Papo. No segundo tempo, o Juventude teve três boas chances nos primeiros minutos, aos 11, aos 14 e aos 16. Vitor fez a defesa na primeira, a bola foi para fora na seguinte e o zagueiro Erazo chegou firme para salvar a terceira. Na sequência, foi o Galo quem pressionou. 

Aos 22, Pratto recebeu de Robinho e bateu para fora. Aos 31, foi a vez de Clayton errar o alvo, mandando por cima da meta. Nos últimos momentos da partida, um show dos goleiros. Aos 42, Sananduva recebeu Hugo Almeida na entrada da área, ajeitou o corpo e finalizou no canto. Vitor se esticou todo e evitou o gol. Dois minutos mais tarde, Júnior Urso fez lançamento e Clayton, cara a cara com Elias, bateu de primeira. O arqueiro do Papo, com muito reflexo, fez uma defesa sensacional e garantiu que a decisão da vaga fosse para os pênaltis. Nas cobranças, a estrela de Vitor brilhou e, com duas defesas dele, o Atlético levou a melhor por 4 a 2 e avançou na Copa do Brasil.

CBF

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"