ZH

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...

/

ESPORTE PARA TODOS!

 

OUÇA - A VIDA DE WILSON SILVA

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Atlético-MG e Internacional avançam às semifinais

A Copa do Brasil começou com muita emoção nesta quarta-feira (19). Nos jogos de volta das quartas de final iniciados às 19h30 (de Brasília), Atlético-MG e Internacional foram os grandes vencedores. O Colorado, que havia perdido na ida por 2 a 1, bateu o Santos por 2 a 0 e conquistou a classificação às semifinais. O Galo, que venceu a ida por 1 a 0, foi superado pelo mesmo placar e precisou definir a vaga nos pênaltis. Nas cobranças, o time mineiro contou com a estrela do goleiro Vitor e levou a melhor por 4 a 2. Agora, Atlético-MG e Internacional vão se enfrentar na próxima fase da Copa do Brasil. 

A outra semi da competição também sairá esta noite, dos confrontos entre Cruzeiro e Corinthians e Palmeiras e Grêmio. No Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), o Internacional entrou em campo pressionado por conta da derrota no jogo de ida, por 2 a 1. Com o apoio da torcida colorada, o time foi para cima no início da partida. E a postura ofensiva deu certo. Logo aos nove minutos, Alex cobrou escanteio da esquerda e Aylon cabeceou sem tirar os pés do chão para abrir o placar. O Santos acordou após sofrer o gol e, seis minutos mais tarde, Lucas Lima arriscou da entrada da área e obrigou Danilo Fernandes a fazer grande defesa. Aos 43, Lucas Lima cruzou e Ricardo Oliveira, com uma cabeçada forte, botou o arqueiro dos gaúchos para trabalhar novamente e salvar o time da casa. 

 Na etapa final, o ritmo da partida caiu um pouco, e a primeira grande chance de gol veio somente aos 28 minutos. Após cobrança de escanteio, Ernando desviou e acertou a trave. O Inter seguiu apertando e, já aos 42, em rápido contra-ataque, Eduardo Henrique abriu na direita e Eduardo Sasha, com um lindo toque de cobertura, garantiu a classificação colorada. No Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), o Juventude acabou com a vantagem do Atlético-MG de forma relâmpago. Aos 32 segundos de bola rolando, Pará recebeu pela esquerda e cruzou na medida para Hugo Almeida tocar de cabeça e deixar tudo igual na soma dos placares (o Galo venceu o jogo de ida por 1 a 0). 

Três minutos depois, Wanderson arriscou chute de fora da área e obrigou Vitor a fazer grande defesa para evitar o segundo dos gaúchos. Aos 11, a resposta mineira. Patric partiu pela direita, invadiu a área e cruzou. De cabeça, Júnior Urso mandou a bola no canto, e Elias caiu para fazer a defesa. Aos 44, nova chance atleticana. Em contra-ataque, Robinho avançou pela esquerda e cruzou nos pés de Lucas Pratto. O atacante argentino bateu com força e Elias fez excelente defesa para salvar o Papo. No segundo tempo, o Juventude teve três boas chances nos primeiros minutos, aos 11, aos 14 e aos 16. Vitor fez a defesa na primeira, a bola foi para fora na seguinte e o zagueiro Erazo chegou firme para salvar a terceira. Na sequência, foi o Galo quem pressionou. 

Aos 22, Pratto recebeu de Robinho e bateu para fora. Aos 31, foi a vez de Clayton errar o alvo, mandando por cima da meta. Nos últimos momentos da partida, um show dos goleiros. Aos 42, Sananduva recebeu Hugo Almeida na entrada da área, ajeitou o corpo e finalizou no canto. Vitor se esticou todo e evitou o gol. Dois minutos mais tarde, Júnior Urso fez lançamento e Clayton, cara a cara com Elias, bateu de primeira. O arqueiro do Papo, com muito reflexo, fez uma defesa sensacional e garantiu que a decisão da vaga fosse para os pênaltis. Nas cobranças, a estrela de Vitor brilhou e, com duas defesas dele, o Atlético levou a melhor por 4 a 2 e avançou na Copa do Brasil.

CBF