Pular para o conteúdo principal

1966 Brasil x Portugal

Portugal 3 x 1 Brasil
1966 FIFA World Cup Final Tournament → Group C

1966. BRASIL 1 X 3 PORTUGAL_COM A BOLA
• Competição (Tournament): Copa do Mundo de 1966 – 1ª Fase – Grupo 3 – 3ª Rodada
• Data (Date): Domingo, 19 de Julho de 1966, às 15:30 hs (de Brasilia) 19:30 Local
• Estádio (Stadium): Goodison Park, em Liverpool (Inglaterra / England)
• Público (Attendance): 62.204 expectadores presentes
• Árbitro (Referee): George McCabe (Inglaterra / England)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Leo Callagham (Inglaterra/ENG)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Kenneth “Ken” Dagnall (Inglaterra/ENG)
• Quarto Árbitro (Fourth Oficial): Sem Registro (No Registry)
Advertências | Cautions | Sent OffAdvertências | Cautions | Sent Off
Nenhuma (None)Nenhuma (None)
Gols | Goals | GolesGols | Goals | Goles
1-0 Simões, aos 14’/1º1-2 Rildo, aos 24’/2º
2-0 Eusébio, aos 26’/1º
3-1 Eusébio, aos 39’/2º
PortugalBrasil – Brazil
Go
Df
Df
Df
Mc
Mc
Mc
At
At
At
At
03 José Pereira
17 João Pedro Morais
20 José Alexandre da Silva Baptista
04 Vicente da Fonseca Lucas
09 Hilário Rosário da Conceição
16 Jaime da Silva Graça
10 Mário Esteves Coluna ©
12 José Augusto de Almeida
13 Eusébio da Silva Ferreira
18 José Augusto Torres
11 Antonio José Simões da Costa
Go
Df
Df
Df
Mc
Mc
At
At
At
At
At
12 Manga
03 Fidélis
05 Brito
07 Orlando Peçanha © 
09 Rildo
14 Lima
13 Denilson
17 Jairzinho
19 Silva
10 Pelé
21 Paraná
Coach: Otto GlóriaCoach: Vicente Feola


VIDEO:


Copa do Mundo de 1966 na Inglaterra , o Brasil campeão do mundo em 1962 precisava vencer a ótima seleção lusitana - BRASIL no 4-2-4 usual, e em um 4-4-2 sem a bola, deixando Pelé e Silva na frente; PORTUGAL mais moderno e eficiente no 4-4-2 do brasileiro Otto Glória, com o recuo de José Augusto, que rodava muito, e Simões, mais fixo à esquerda, com Eusébio vindo de trás, e Torres também sabendo sair da área. Um belo time.
Resultado de imagem para mauro beting Por Mauro Beting /Lancenet

Mauro Beting, 51 anos. Neto, filho, sobrinho, primo, e irmão de jornalistas, Mauro Beting está na imprensa por esporte desde 1990. Fez curso de arbitragem para aprender a ser xingado, fez curso de treinador para aprender a ser chamado de burro, e tenta não ser clubista, bairrista e achista no meio mais passional, parcial e subjetivo que existe. Comenta futebol nos Canais Fox Sports, Rádio Jovem Pan, e no PES 2016; apresenta futebol no Fox Sports; escreve futebol duas vezes por semana no LANCE!. Escreveu 15 livros. Dirige e roteiriza documentários futebolísticos para TV e cinema. Curador do Museu da CBF e um dos curadores do Museu Pelé.

PESQUISA/FOTO : https://jogosdaselecaobrasileira.wordpress.com

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.