Zinho desabafa após fim do jejum de vitórias do Vasco: ‘É pressão muito forte de todos os lados’


Resultado de imagem para escudo do vasco para facebook

Mais uma vez, o Vasco não jogou bem, falhou na marcação e levou sufoco. Mas, no mais importante, foi diferente. Com um gol de Yago Pikachu aos 46 do segundo tempo, bateu o Oeste por 3 a 2 e se livrou de um jejum de vitórias que se encaminhava para a sétima partida. A volta da liderança da Série B trouxe alívio em São Januário, onde a diminuição da pressão foi celebrada. 

— O Vasco é o time que todo mundo falou que já subiu. Parece até que não precisa jogar. Série B é difícil — desabafou o auxiliar Zinho, em entrevista à Rede TV: — A gente vem de uma sequência ruim. É pressão muito forte de todos os lados. E aí vencendo por 2 a 0 deixamos empatar, a bola não entra... Vem pressão e começamos a pensar em várias coisas. Mas os jogadores não desistiram. Com 44 pontos, os vascaínos recuperaram o topo da tabela, que havia sido perdido para o Atlético-GO. Mas a luta para se manter na frente continua já na terça, contra o Goiás, no Serra Dourada. A expectativa é que, já sem a cobrança para voltar a vencer, a equipe jogue melhor.

 — A vitória traz um pouco de tranquilidade, mas a gente sabe que precisa melhorar muito. Não temos que sofrer tanto assim, principalmente dentro de casa. Temos que ajustar algumas coisas — analisou Pikachu, que saiu de campo como herói, também à Rede TV: — O importante era voltar a vencer. A gente retomou uma liderança importante, e agora é manter até o fim.
Resultado de imagem para jornal extra

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"