Pular para o conteúdo principal

Zé Rafael brilha em vitória e destaca frieza para colocar Londrina no G-4

Resultado de imagem para LEC
Foi sofrido, mas o Londrina chegou lá. dos pés do meia Zé Rafael que o Tubarão, enfim, conseguiu entrar no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Frio, habilidoso e decisivo, o jogador brilhou na vitória por 2 a 1 sobre o Vila Nova, na noite de sábado, pela 27ª rodada, o Tubarão foi a 42 pontos e entrou pela primeira vez no bloco de acesso à primeira divisão. 

 Os gols do jogador saíram no segundo tempo no estádio Serra Dourada. O primeiro aos 15, quando o meia recebeu na esquerda, após rápida cobrança de falta, saiu na cara do gol e encobriu o goleiro Saulo, abrindo o placar. 

Depois, já nos acréscimos, girou bonito para cima do meia Victor Bolt, deixou o zagueiro Guilherme Teixeira no chão e aguardou o momento certo para fuzilar para o fundo das redes (veja os gols no vídeo acima). Agora, ele chegou a oito gols, ao lado de Germano e Keirrison na equipe.

CONTEÚDO : GLOBO ESPORTE.COM

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco