Pular para o conteúdo principal

Rugby de Cianorte melhora de desempenho em 2016

Resultado de imagem para rugby

O time do Cianorte Rugby tem sua melhor temporada desde que foi criado em 2009. A equipe cianortense foi campeã da terceira etapa Copa Paraná de Rugby, jogada em Ponta Grossa na semana passada. Com isso, terminou a temporada em segundo lugar na classificação geral. A posição supera até mesmo equipes mais tradicionais e que tem melhor estrutura de manutenção. O campeão estadual foi Ponta Grossa com 12 pontos, apenas dois a mais que os cianortenses.
*
rugby02
 O quadro atual é bem diferente de dois anos antes, quando era quase o “saco de pancadas” no Paraná, ficando em sexto lugar no Campeonato Paranaense em 2014. O vice-campeonato foi uma surpresa para a diretoria, que estimava ficar entre o terceiro ou quarto lugar quando a competição começou no início do ano. Um dos motivos da melhora técnica é a interação com o técnico argentino Mauricio José Marmol. 

A princípio ele viria para ser o treinador em Cianorte, mas acabou não dando certo. Mesmo assim, prestou um tipo de “assistência técnica” para os cianortenses, ajudando o time mesmo de longe. Também colaborou a manutenção da equipe, o que está garantido para a temporada 2017. O bom desempenho no campeonato esse ano teve o terceiro lugar na primeira etapa em Cianorte, o segundo lugar na segunda etapa em Apucarana e o primeiro na terceira etapa em Ponta Grossa. 

 HISTÓRIA – 

O Cianorte Rugby foi criado em 2009. Os times treinam ao lado do estádio Albino Turbay. O time feminino acabou no final do ano passado. Com isso, hoje são aproximadamente 50 atletas entre o adulto e juvenil masculino. 

 AGENDA – 

O Cianorte Rugby ainda tem três competições esse ano. Jogará o Campeonato Paranaense de Seven, que começa em outubro. E representará Cianorte nos jogos Abertos e nos Jogos da Juventude. 

Texto: Andye Iore / *Foto : Cianorte Rugby

Andye Iore é Jornalista formado em 2002 pelas Faculdades Maringá, com especialização em Comunicação e Educação. Já foi correspondente regional da Gazeta do Povo, trabalhou no O Diário (de Maringá), rádio CBN Maringá, coordena o projeto cultural Zombilly, entre outros.

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.