Pular para o conteúdo principal

O ouro que faltava!


Como  "disse" um  ótimo artigo publicado pelo Jornal Zero Hora , a vitória diante da Alemanha , garantiu uma medalha de ouro e de certa forma serviu para "esquecer" os 7x1 sofridos na Copa de 2014 – “Rogério Micale é um sonhador. O técnico baiano, de 47 anos de idade, e dono de um eterno sorriso enigmático, surge como um Dom Quixote desafiando os moinhos de vento, as críticas, e tentando devolver ao futebol brasileiro um jogo mais ofensivo e de resultados. Como no passado. E Micale sabe que está entre a consagração e o esquecimento.
Resultado de imagem para brasil medalha de ouro futebol 2016
Num sábado, às 17h30min, no icônico Maracanã, a seleção olímpica desafiou a Alemanha, na disputa da medalha de ouro, o título com o qual o Brasil sempre sonhou e jamais concretizou. 
Resultado de imagem para brasil medalha de ouro futebol 2016
E logo contra a Alemanha, responsável por um trauma tão grande como o Maracanazo de 1950, com o impositivo 7 a 1 da Copa do Mundo de 2014, uma tatuagem que jamais será removida do esporte brasileiro, mesmo com a conquista da medalha de ouro. 
Resultado de imagem para brasil ouro futebol 2016
O Brasil venceu os alemães nos penaltis 5x4 após 1x1 no tempo normal – e depois 0x0 na prorrogação , quando o goleiro Weverton do Brasil brilhou defendendo uma cobrança e depois da última cobrança brasileira convertida por Neymar levando o torcedor presente no Maracanã ao delirio - O ouro é nosso!

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.