Galo bate o Sport e diminui distância para o líder

Resultado de imagem para brasileirao 2016
Dando sequência à 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG conquistou uma importante vitória nesta quinta-feira (15). Jogando em casa, o Galo derrotou o Sport por 1 a 0 e ficou a três pontos do líder Palmeiras. 

No outro jogo do início desta noite, a Chapecoense bateu o Fluminense por 2 a 1, de virada, no Rio de Janeiro. No Independência, o Atlético-MG fez valer o mando de campo e dominou a partida contra o Sport. O Galo teve boas oportunidades de abrir o placar no primeiro tempo. 

Em uma delas, Lucas Pratto ficou cara a cara com Magrão, que saiu para fazer a defesa. Apesar de também criar chances, o Leão se complicou após os 38 minutos do primeiro tempo, quando Magrão foi expulso com cartão vermelho direto por cortar com a mão uma bola fora da área. O goleiro Agenor entrou em campo no lugar de Everton Felipe. 

O Atlético voltou com mais pressão para o segundo tempo e marcou o gol da vitória aos 11 minutos. Após jogada individual, Otero se livrou da marcação e passou para Junior Urso, que chutou de fora da área sem chances para Agenor: 1 a 0. Com a vitória, o Galo segue na terceira posição, agora com 45 pontos – três atrás do líder Palmeiras. O Sport, com 30, ocupa o 13º lugar. Jogando em casa, no Giulite Coutinho, o Fluminense abriu o placar diante da Chapecoense aos quatro minutos de jogo, com Cícero. 

Após cobrança de falta de Gustavo Scarpa, o meia desviou de cabeça e marcou para o time da casa. Na volta do intervalo, a Chape empatou aos oito minutos após jogada rápida de ataque. Tiaguinho avançou pela esquerda e tocou para Dener Assunção, que não desperdiçou. Pressionando, o time catarinense conseguiu a virada aos 43 minutos. 

Cleber Santana cobrou escanteio, Josimar desviou de cabeça e Lourency, livre, cabeceou para o gol: 2 a 1. Com o resultado, o Flu segue na sétima posição, com 37 pontos. A Chapecoense, com 37, agora ocupa o nono lugar.
CBF

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"