Vôlei : Brasil vence Russia e faz final com Italia pelo ouro


Após um início de competição irregular, a seleção brasileira masculina de vôlei mostrou porque é uma das principais potências da modalidade e alcançou a quarta final olímpica consecutiva ao derrotar a Rússia por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/20 e 25/17. Neste domingo, a partir das 13h15 (horário de Brasília), o Brasil volta ao Maracanãzinho para seu último compromisso: a Itália, que derrotou a seleção na primeira fase por 3 a 1. 

 Na partida desta sexta-feira, Bernardinho pode contar com os ponteiros Lucarelli e Lipe, que haviam deixado a partida contra a Argentina com pequenas lesões. Para o técnico brasileiro, a presença de Lipe vem sendo fundamental na recuperação da equipe: “ele é um jogador com muita atitude e vibração. Então, traz a torcida junto. Mas tecnicamente ele também vai vem. Seu saque põe pressão na recepção adversária. 

É importante ter mais uma arma no serviço, e o Lipe é uma delas”. Quem também falou em entrevista coletiva após a partida foi o levantador Bruninho, que ressaltou a sequência de quatro finais olímpicas seguidas alcançada pela seleção masculina: “Não me lembro de outro país que tenha conseguido isso. É algo grandioso. 

A seleção brasileira fez história” Projetando o confronto contra a Itália, o levantador acredita que o saque será determinante para o resultado final da partida: “temos que resistir à pressão do saque deles, que é sempre muito forte, e tentar ser mais agressivos com o nosso, sem cometer tantos erros como no jogo da primeira fase. Eles estão jogando um grande voleibol e merecem estar na final”.
Resultado de imagem para cob logo

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"