Pular para o conteúdo principal

Por R$ 91 milhões, Gabigol deve trocar o Santos pelo Inter de Milão


O site do Jornal "A Tribuna de Santos" publicou nesta semana um artigo que diz que o atacante Gabriel está perto de deixar o Santos. A Internazionale de Milão ofereceu 25 milhões de euros (R$ 91 milhões) pelo atleta, e os valores agradaram tanto ao Santos quanto ao estafe do jogador. 

Com isso, o clube milanês ganha a concorrência com a rival Juventus, que tinha acenado com 20 milhões de euros (cerca de R$ 73 milhões). A oferta da Inter foi confirmada para A Tribuna On-line por uma fonte da alta cúpula do Peixe. A oferta chegou ao País por meio de um intermediário. Do total proposto pelo ex-clube de Adriano Imperador e Ronaldo Fenômeno, 18 milhões ficarão com a agremiação da Vila Belmiro. É a mesma quantia que ficaria para o Peixe do montante oferecido pela Juve. 

 Contudo, para Gabigol, sobrariam 7 milhões de euros (R$ 25 milhões) ante 2 milhões (perto de R$ 7 milhões) que o jogador embolsaria da Vechia Signora. Por isso, a proposta da Internazionale ganhou da proposta da Juventus, e o atleta se aproximou de defender o time de Milão.
Resultado de imagem para a tribuna santos

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.