Pular para o conteúdo principal

O ouro que faltava

Olympia Fussball
Como  "disse , com muita propriedade" um artigo publicado pelo Jornal Zero Hora , a vitória diante da Alemanha , garantiu uma medalha de ouro e de certa forma serviu para "esquecer" os 7x1 sofridos na Copa de 2014 – “Rogério Micale é um sonhador. O técnico baiano, de 47 anos de idade, e dono de um eterno sorriso enigmático, surge como um Dom Quixote desafiando os moinhos de vento, as críticas, e tentando devolver ao futebol brasileiro um jogo mais ofensivo e de resultados. Como no passado. E Micale sabe que está entre a consagração e o esquecimento.

Neste sábado, às 17h30min, no icônico Maracanã, a seleção olímpica desafiou a Alemanha, na disputa da medalha de ouro, o título com o qual o Brasil sempre sonhou e jamais concretizou. 

E logo contra a Alemanha, responsável por um trauma tão grande como o Maracanazo de 1950, com o impositivo 7 a 1 da Copa do Mundo de 2014, uma tatuagem que jamais será removida do esporte brasileiro, mesmo com a conquista da medalha de ouro. 

O Brasil venceu os alemães nos penaltis 5x4 após 1x1 no tempo normal – e depois 0x0 na prorrogação , quando o goleiro Weverton do Brasil brilhou defendendo uma cobrança e depois da última cobrança brasileira convertida por Neymar levando o Maracanã ao delírio – o ouro é nosso!
Resultado de imagem para bild logo png
FOTO JORNAL BILD ALEMANHA

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco