Ex-vendedor de picolé, Robson Conceição cobiça medalha no boxe


Na Olimpíada de Pequim, em 2008, ele caiu fora na primeira luta. Em Londres-2012, repetiu o fracasso precoce. Agora, já classificado para os Jogos do Rio, que começam em agosto, o boxeador baiano Robson Conceição, 27, pretende chegar mais longe, bem mais longe. Espera, enfim, obter uma medalha olímpica. 
 O sonho do ex-vendedor de picolé e ex-ajudante de cozinha de Salvador não é sem fundamento. Em 2013, ele foi prata no Mundial no Cazaquistão. No ano passado, completou mais de 12 meses como primeiro no ranking mundial em sua categoria (até 60 kg) e se tornou o primeiro brasileiro da modalidade a conseguir a vaga olímpica, graças ao bronze no último Mundial, no Qatar.
Resultado de imagem para folha de sp logo

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"