Pular para o conteúdo principal

De azul Brasil conquistou sua primeira Copa

Resultado de imagem para final da copa de 1958 foto colorida

O Brasil conquistou seu primeiro título mundial de futebol em 1958 , oito anos depois do maracanazo e na final do mundial de 1958 diante da Suécia , país anfitrião. O Brasil jogou de camisas azuis.
                                VIDEO:

A sensacional vitória na finalíssima contra a Suécia, no domingo – 5 a 2, placar jamais antes visto numa decisão de Copa do Mundo – lavou a alma dos brasileiros e tirou um monstruoso peso das costas dos ídolos da seleção. Afinal, todos ainda carregavam as duras lembranças da inacreditável derrota para os uruguaios, oito anos antes, no Mundial realizado no Brasil. Os jogadores, cada um a seu modo, estavam marcados pelo desastre. O lateral Nilton Santos, único remanescente do time de 1950, viu tudo de perto, do banco de reservas do Maracanã. O atleta mais velho da equipe (33 anos) chegou à Suécia sabendo que era sua última chance de superar o trauma. Se voltasse derrotado, possivelmente não retornaria à seleção. O ponta Zagalo também presenciara o Maracanazo no estádio – naquele tempo, era o praça Mário Jorge, de 18 anos, escalado pela Polícia do Exército para tomar conta da euforia dos 200.000 torcedores espremidos nas arquibancadas quando o Brasil ganhasse a taça. Zagalo não teve trabalho algum. A multidão esvaziou o gigante de concreto em meio a um silêncio sepulcral.
Resultado de imagem para FOTO COLORIDA BRASIL 5X2 SUECIA 1958
Ao entrar em campo para o jogo de despedida do Estádio Rasunda, local da decisão da Copa de 1958, nesta quarta-feira, em Estocolmo, contra a Suécia, a Seleção Brasileira vestirá a camiseta azul. Foi assim, de azul, que o Brasil goleou os próprios suecos por 5 a 2 na final do primeiro de seus cinco títulos mundiais. E por que o Brasil não utilizou a camiseta amarela, tradicional, criada pelo pelotense Aldyr Schlee para substituir a branca dos anos de derrotas?

"Uma seleção desacreditada revelaria o talento do brasileiro,
superando os temidos europeus, fazendo a torcida sorrir e conquista nossa
primeira Copa do Mundo. O pesadelo de 1950 terminou"

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Os Jogos Olímpicos Rio 2016 já é realidade e as expectativas de medalhas brasileiras são grandes. No nado sincronizado, entretanto, a esperança é de uma quebra de tabu, já que desde que foi incluído no programa olímpico, em Los Angeles 1984, a modalidade nunca viu uma brasileira no pódio. Para que o sonho se torne realidade, a equipe já treinava intensamente no Centro Aquático Maria Lenk, antes mesmo do início da Rio 2016, casa do nado, saltos ornamentais e polo aquático. 

As provas do nado sincronizado começam só no dia 14 de agosto, mas as brasileiras já estão na arena aquática do Rio (as provas de natação acontecerão em outro local) para entrar no clima olímpico e se familiarizar ainda mais com o local. "A gente está "super feliz" por ter vindo mais cedo e já ter começado a sentir o clima dos Jogos. 

Treinávamos aqui, mas agora o clima é diferente. Além de estar mais bonito, brincamos que já tem cheiro de olimpíada. Os países ainda estão começando a chegar. O ambiente …

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

07/08/2016 22:05 A seleção brasileira masculina de hóquei sobre grama disputou o seu segundo compromisso no torneio dos Jogos Olímpicos Rio 2016 neste domingo, 8 de agosto, no Centro Olímpico de Hóquei, no Complexo de Deodoro. Ao enfrentar a forte Bélgica, a seleção brasileira foi derrotada pelo placar de 12 a 0. O Brasil passou a somar duas derrotas em duas partidas, já que perdeu na estreia para a Espanha por 5 a 0. Na próxima rodada, terça-feira, 9 de agosto, os brasileiros voltam a campo para encarar a Grã-Bretanha. Encarando um time muito competitivo, os atletas brasileiros conseguiram manter o jogo equilibrado até o fim do primeiro quarto – de um total de quatro quartos, de 15 minutos cada –, quando a Bélgica marcou seus dois primeiros gols. A partir daí, a equipe brasileira sucumbiu à superioridade belga, ameaçando o gol adversário apenas em lances esporádicos. Com o domínio absoluto da partida, a Bélgica foi ampliando até chegar ao placar final de 12 a 0. "Pela primeira vez …

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)