Pular para o conteúdo principal

Arthur Zanetti se diz satisfeito com a prata: "Vou ficar rindo o resto do ano"

Arthur Zanetti chegou ao Rio de Janeiro como o atual campeão nas argolas e com a pressão de defender o título. Nesta segunda-feira, o ginasta competiu a final da competição, mas ficou com a medalha de prata. O grego Eleftherios Petrounias faturou o ouro. 

No entanto, engana-se quem pensa que ele ficou frustrado com o resultado. O brasileiro, em entrevista ao "SporTV" após a cerimônia de premiação, valorizou mais uma medalha olímpica - Muita gente toda vez que me olhava na rua falava para eu trazer o ouro. Mas ninguém sabe o quanto que passei para estar aqui. Mesmo se não viesse nenhuma medalha eu estaria feliz. Fiz meu trabalho, gostei da minha prova. 

Veio a prata e vou ficar rindo o resto do ano - disse. - Não vi a nota dele. Sabia que tinha sido muito bem pelo barulho, mas não sabia da nota. Queria fazer minha prova e me sentir satisfeito - admitiu. Assim como em Londres, a família de Arthur Zanetti estava presente no ginásio. Ao ver seu pai, Archimedes Zanetti chorar com a sua premiação, o ginasta agradeceu o apoio dele - Família em primeiro lugar sempre. 

Eles acompanharam em Londres e aqui. Fico feliz deles estarem presentes na minha vida. O papai chorando em difícil. É bem difícil algo para ele chorar. Então nesse momento ele viu o quanto que passei para estar aqui - finalizou.
Resultado de imagem para sportv

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.