Pular para o conteúdo principal

Arbitragem : Comitê Independente realiza primeiras avaliações

Resultado de imagem para arbitra de futebol
O Comitê Independente de Arbitragem, criado recentemente para avaliar o desempenho de cada um dos árbitros que atuam no Brasileirão, apresenta as primeiras avaliações. Como havia sido anunciado (clique aqui para conferir), o trabalho começou na 20ª rodada do campeonato, primeira do returno da competição.
Resultado de imagem para arbitra de futebol
O ranking por rodada é elaborado de acordo com as notas atribuídas pela Comissão Independente, que leva em consideração a própria observação dos jogos, os relatórios do analista de campo e do analista de vídeo. Confira o top 3 dos árbitros que receberam as melhores avaliações.
20ª RODADABráulio da Silva Machado (SC)
Grêmio x Corinthians – 14/08/2016
João Batista de Arruda (RJ)
Chapecoense x Internacional – 15/08/2016
Caio Max Augusto Vieira (RN)
São Paulo x Botafogo – 14/08/2016
21ª RODADARaphael Claus (SP)
Flamengo x Grêmio – 21/08/2016
Cláudio Francisco Lima (SE)
Coritiba x Santos – 21/08/2016
Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Santa Cruz x Fluminense – 21/08/2016
Mais sobre o comitê independente
Grupo comandado pelo português Vitor Pereira (foto), que apitou duas Copas do Mundo e foi chefe da Comissão de Arbitragem da Federação Portuguesa por mais de dez anos. Além dele, outros dois ex-árbitros farão parte desta equipe: José Roberto Wright e  Cláudio Vinícius Cerdeira.
Aproveitando o trabalho de análise de desempenho dos árbitros que já é executado a cada jogo por analistas contratados, os membros da comissão poderão referendar ou reformar as observações do responsável pela partida. Baseado neste desempenho, eles conjuntamente darão notas aos trios de arbitragem. Esses números vão compor um ranking da Comissão Nacional de Arbitragem no campeonato.
Também caberá a esta comissão definir sanções aos árbitros que cometerem erros nas partidas e estabelecer um programa de reciclagem junto à Escola Nacional de Árbitros de Futebol (ENAF) para que estes juízes aperfeiçoem seus conhecimentos.
Além da análise individual, será responsabilidade desta comissão uma avaliação global da arbitragem, constatando falhas que ocorrem com maior incidência e estabelecendo medidas de correção para as situações comuns. Este aperfeiçoamento poderá ser feito por intermédio de cursos, provas teóricas, análise de vídeos, entre outros.

CBF

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.