Pular para o conteúdo principal

Sabadão ; Danilo salva no fim, mas Corinthians só empata e pode ver rival disparar

Algoz do Corinthians na inauguração da Arena, o Figueirense por pouco não acabou com a invencibilidade do time paulista em Itaquera. O time catarinense vinha vencendo a partida até os 38min do segundo tempo; foi quando Danilo, que havia entrado na etapa final, marcou de cabeça em um escanteio e garantiu o empate por 1 a 1 no jogo da tarde deste sábado, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

 Não era o que o Corinthians queria, mas o resultado ao menos faz o time igualar a maior invencibilidade da história da Arena: 32 jogos sem perder. A primeira sequência foi construída entre junho de 2014 e maio de 2015. Em contrapartida, o Corinthians pode ver o Palmeiras disparar na liderança da Série A. Com o resultado, o time alvinegro só chegou aos 30 pontos, enquanto o arquirrival pode ir a 35 caso supere o Atlético-MG neste domingo. Já o Figueirense chega só a 17 e pode terminar esta 16ª rodada dentro da zona de descenso. 

 O Corinthians faz agora duas partidas como visitante na Série A. No dia 31 de julho, visita o Internacional no Beira-Rio. Já no dia 3 de agosto encara o Atlético-PR na Arena da Baixada. O Figueirense, por sua vez, volta a campo no dia 30 para receber o Vitória no Orlando Scarpelli.

CONTEÚDO UOL
Resultado de imagem para uol esporte futebol LOGO PNG

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.