Pular para o conteúdo principal

Pesquisa inédita Datafolha mapeia perfil e preferências do torcedor paulista

O Instituto Datafolha realizou uma pesquisa de opinião, encomendada pela Federação Paulista de Futebol, envolvendo 
mais de 1.800 torcedores dentro dos estádios em 40 partidas 
das rodadas finais das séries A1 e A2 do Campeonato Paulista de 2016. 

 Ao todo, foram entrevistadas 1.884 pessoas residentes de 142 municípios paulistas e outras 18 cidades de outros Estados. O resultado apontou que o torcedor paulista tem, em média, 38 anos de idade. Os homens ainda são ampla maioria: 84%, contra 16% das mulheres. O índice de escolaridade (46% têm ensino superior) supera a média paulista (26%) e nacional (21%). A maioria dos torcedores vai ao estádio de carro: 65%; do total, 31% vão com amigos, 27% vão sozinhos, 20% vão com os filhos e 19%, acompanhados de namorado (a) ou cônjuge. 

 A qualidade dos jogos foi apontada como maior atrativo do Paulistão por 15% dos torcedores, seguido da qualidade das equipes (12%), emoção da torcida (10%) e rivalidade e tradição (9%). 

 O Datafolha também perguntou o campeonato preferido dos torcedores. O Campeonato Brasileiro liderou a pesquisa com 58% da preferência. O Paulistão ficou em segundo lugar, com 19% dos votos, à frente da Libertadores (17%) e Copa do Brasil (4%). Entre atrações que despertam o interesse dos torcedores, o sorteio de prêmios (85%) apareceu no topo das preferências. 

Em seguida, jogos preliminares (76%), antiga tradição que será recolocada em prática nesta Copa Paulista. Shows antes dos jogos (66%) e a venda de cerveja (55%) completam a lista. Os torcedores atribuíram notas a vários quesitos nos estádios. Os itens banheiros e produtos alimentícios obtiveram os índices mais baixos, com nota média de 6,6 e 6,8, respectivamente. Completam a lista Conforto (7,6), Segurança no Entorno (7,9), Limpeza (8), Iluminação (8), Segurança dentro do Estádio (8,4) e Visibilidade (9).
Resultado de imagem para federação paulista

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.