Pular para o conteúdo principal

FL : Tubarão recebe 310 mil por transferência



O Jornal "Folha de Londrina" publicou neste sábado 16 de julho em seu site que a transferência do lateral-direito Rafinha do Genoa, da Itália, ao Bayern de Munique, da Alemanha, em 2011, rendeu 86 mil euros (R$ 310 mil) ao Londrina, pela lei do clube formador. O clube italiano foi notificado a pagar o valor em 2014, porém se recusou a transferir o dinheiro. 

O LEC acionou a Fifa, que determinou o repasse. Cerca de 60 mil euros (R$ 216 mil) já foram depositados na conta do alviceleste, que espera nas próximas semanas o repasse do restante. "Desde a gestão do Claudinho (presidente Claudio Canuto) foi dado a entrada neste processo. 

Fazia um bom tempo que estávamos esperando por isso", revelou o atual presidente Felipe Prochet. "Esse dinheiro vai ser usado para melhorar a estrutura do clube. O alojamento para os atletas da base, embaixo da arquibancada do VGD, está sendo ampliado de 30 para 65 lugares". De acordo com o dirigente, o LEC também acionou a Fifa em outros casos de transferências internacionais de ex-jogadores do clube.

 Um deles é a negociação do atacante Alan do Salzburg, da Áustria, para o Guangzhou Evergrande, da China, por R$ 33 milhões, em 2015. "No dia que foi feita a transferência nós já pedimos o percentual do Londrina", garantiu Prochet (L.F.C.)

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.