Pular para o conteúdo principal

Fifa parabeniza Palmeiras por ser “primeiro campeão global”

A Fifa divulgou no seu perfil oficial na rede social Instagram uma nota parabenizando o Palmeiras pelo título mundial conquistado há exatos 65 anos. “O Verdão foi invejado por todo o mundo 65 anos atrás, tornando-se o primeiro campeão global”, diz o comunicado.
O Palmeiras conquistou o título da Copa Rio em 1951, após empatar por 2 a 2 com a Juventus, da Itália, no Maracanã – o Verdão havia vencido o primeiro jogo da final por 1 a 0. O torneio reuniu, além dos dois clubes, o Vasco da Gama, Estrela Vermelha, Sporting de Lisboa, Austria Viena, Olympique de Nice e Nacional-URU.
Para lembrar o feito, o Palmeiras entrará em campo com um uniforme especial diante do Atlético-MG na manhã deste domingo, pelo Campeonato Brasileiro.
Em clima de festa, a taça da Copa Rio também será exibida ao público no estádio Palestra Itália, antes da partida contra o Galo. O Palmeiras colocará faixas alusivas ao título de 1951 ao redor do gramado e distribuirá milhares de exemplares entre os torcedores.

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.