ZH

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...

/

ESPORTE PARA TODOS!

 

OUÇA - A VIDA DE WILSON SILVA

sábado, 2 de julho de 2016

Ex Cianorte FC Valdiram ex-Vasco e com histórico policial,já realizou culto para jogadores do América /RJ


Depois que se tornou pastor , o ex atleta do Cianorte FC já realizou inúmeros cultos , mas entre eles , existem os cultos voltados à atletas profissional , como foi o caso do América carioca que entrou em campo na temporada 2015 reforçado por sua fé, para enfrentar os seus adversários. Time de história do Campeonato Estadual do Rio,recebeu por muitas oportunidades nos últimos anos o ex-jogador Valdiran, de 32 anos. Artilheiro da Copa do Brasil, em 2006, com sete gols, jogando pelo Vasco, ex Cianorte FC. 

O pernambucano Valdiran tornou-se pastor o tem realizado cultos , não só nas igrejas , mas também para os jogadores do América  , como ocorreu na temporada retrasada , quando abordou, com a experiência de quem tem um passado controverso, o tema superação com propriedade.  Já no ano de 2013 o jogador concedeu entrevista ao site extra com a manchete - 

No Bonsucesso, Valdiram muda de vida e diz não beber e fazer sexo há mais de dois anos: ‘Vou ser um matador na presença de Deus’




"Enquanto a entrevista não começava, o celular de Valdiram tocava música gospel. Membro da Assembleia de Deus no bairro do Éden, comandada pelo pastor Marcos Pereira, ele fez da religião o alicerce de sua recuperação. Já dentro das quatro linhas, a volta por cima vinha se dando no Bonsucesso, semifinalista do primeiro turno da Série B carioca. O clube virou seu retiro. Longe das bebidas, das drogas e até do sexo,foi lá onde focava suas atenções em ajudar o time de toda forma.
Ao contrário dos demais jogadores do Bonsucesso, Valdiram só vai ao clube com roupas sociais

Valdiran causou polêmica ao ser contratado pelo Vasco, em 2006, devido a um recheado histórico policial, além do consumo de drogas e bebida. Já tinha sido preso por estupro e agressão. Em janeiro de 2014, o atacante jogava pelo Comercial, mas foi dispensado pela diretoria do clube alagoano sob a acusação de ter furtado o celular de um companheiro. Valdiran negou o crime.
Resultado de imagem para extra  esporte logo png