Pular para o conteúdo principal

Com Vizeu decisivo, Flamengo vence e entra no G-4

Sem Fred e Guerrero, coube a Felipe Vizeu a missão de decidir o duelo entre Flamengo e Atlético-MG no Mané Garrincha, em Brasília. O jovem atacante marcou os dois gols da partida iniciada às 11h deste domingo (10), pela 14ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o Rubro-Negro alcançou o G-4 da competição. 

Em quarto lugar, com 23 pontos, os cariocas torcem por uma derrota do Santos e tropeços de Inter e Atlético-PR para manter a posição ao fim da rodada. No mesmo horário, em Porto Alegre, na Arena do Grêmio, o tricolor gaúcho superou o Figueirense por 2 a 1 e, em terceiro, encostou nos líderes. No Mané Garrincha, em Brasília, o Flamengo começou pressionando o Atlético-MG. 

A estratégia deu certo e, aos 12 minutos, Felipe Vizeu colocou o rubro-negro na frente. O jovem atacante recebeu passe de Mancuello e tocou no canto de Victor, 1 a 0. Após o gol, o Galo buscou o empate e passou a sondar a área adversário. Apesar da iniciativa, o time mineiro finalizou pouco ao gol de Muralha e a vantagem rubro-negra permaneceu até o intervalo. 

O Atlético-MG voltou para a etapa final mais agressivo, mas quem marcou foi novamente Felipe Vizeu. O camisa 47 mostrou faro de gol e, com apenas um toque, completou cruzamento de Fernandinho para o fundo das redes, ampliando para 2 a 0. Sentindo o golpe, Galo não encontrou forças para reagir e o Flamengo ficou com a vitória. 

 Na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, apesar do bom início do Figueirense, foi o tricolor gaúcho que dominou as ações no primeiro tempo. Apostando nos contra-ataques, a equipe catarinense assustou, aos 7 minutos, com Bady, mas o chute colocado do meia foi para fora. Crescendo de produção, o Grêmio encurralou o adversário antes do intervalo. Após Edílson e Giuliano finalizarem com perigo, aos 38 e 40 minutos, respectivamente, os donos da casa abriram o placar, aos 44, com Wallace. 

De fora da área, o meia acertou uma bomba no canto e superou o goleiro Thiago Rodrigues, 1 a 0. Na etapa final, o Grêmio continuou melhor, mas não conseguiu converter o domínio em gols. Vivo no jogo, o Figueirense chegou ao gol de empate, aos 30 minutos, em contra-golpe mortal. Ayrton aproveitou corte parcial da zaga gaúcha e deixou tudo igual, 1 a 1. Com o gol de empate, o duelo ficou aberto. Se lançando ao ataque, o Grêmio conseguiu o gol da vitória nos acréscimos. Bobô completou jogada individual de Pedro Rocha e garantiu os três pontos do tricolor. 

Com 27, os mandantes encostaram nos líderes Corinthians e Palmeiras, que têm 28. A 14ª rodada segue neste domingo (10) com mais três jogos. Às 16h, o Santa Cruz recebe o Internacional no Arruda, em Recife, e o São Paulo enfrenta o Amércia-MG no Morumbi. Às 19h30, o Vitória encara o Fluminense em Salvador.

RESUMÃO : CBF

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco