Pular para o conteúdo principal

VIDEO : Brasileirão 2016 : Golaço do domingo

VIDEO:

O técnico Roger Machado elogiou a postura dos jogadores do Grêmio, sem desistir até o fim, mas não conseguiu evitar o comentário individual sobre o atacante Luan. "Outros jogadores, naquele momento, talvez não tentassem por não terem o equilíbrio perfeito para a bola, mas ele tem muita personalidade", salientou, ao comentar o golaço que deu a vitória por 1 a 0, aos 49 minutos de partida.

"Ele é extremamente concentrado na partida, mesmo com o estádio cheio e até mesmo com a torcida impaciente, ele sabe ter protagonismo", avaliou Roger. "Não só tem perfil articulador, mas recompõe bem e muitas vezes é decisivo a nosso favor." 

 O treinador lamentou, ainda, que não terá o jogador para enfrentar o Fluminense na próxima rodada. "Vamos acreditar que podemos suprir na posição, mas é uma pena não contar com ele", comentou. Roger também analisou a expulsão do meia Lincoln, que freou um pouco do ímpeto ofensivo quando o Grêmio tinha um a mais em campo. 

"Era um momento importante da partida, para continuar com volume e empurrar mais a Ponte para o seu campo", enfatizou. "A expulsão colocou o adversário no jogo, mas isso vamos conversar durante a semana. Talvez a inexperiência tenha pesado", ponderou o técnico.

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.