ZH

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...

/

ESPORTE PARA TODOS!

 

OUÇA - A VIDA DE WILSON SILVA

sexta-feira, 10 de junho de 2016

UOL : Neymar aprova oferta do PSG e traça saída do Barça de olho na Bola de Ouro

Jogar no PSG já faz parte dos planos de Neymar. O atacante aprovou a proposta salarial e gostou do que ouviu dos brasileiros do clube francês – pela primeira vez desde que se transferiu à Europa, seu estafe trata a saída como uma possibilidade real. O plano de carreira envolve adiar a renovação de contrato no Barcelona, permanecer no Camp Nou mais uma temporada e depois disso se transferir para Paris.
UOL Esporte apurou que Neymar e seu pai já foram convencidos de que o caminho ao PSG é a via mais curta na busca do prêmio de melhor do mundo. A quarta temporada no Barça seria a cartada final de quem começa a se incomodar de viver à sombra de Messi e, agora, Suárez.
Pessoas próximas ao brasileiro relatam que o dono do PSG, Nasser Al- Al-Khelaifi, esteve em Ibiza na semana passada, onde jantou com Wagner Ribeiro, empresário do jogador. As conversas, embora ainda não tenham chegado a um acerto definitivo, estão bastante adiantadas.

A partir desta resolução começa uma série de problemas. A renovação contratual com o Barça ainda esbarra em fatores financeiros – do outro lado, quase 50 milhões de euros anuais (40 milhões de euros e mais alguns bônus no contrato) oferecido pelo PSG, mais do que o dobro do que oferecem os catalães, já com aumento, para manter Neymar.
Além disso, pesam no pano de fundo os problemas com a Justiça Espanhola: na última terça-feira, o Ministério Público de Madri recomendou que Neymar fosse incluído como réu por corrupção. O processo tem natureza criminal – o companheiro de clube Mascherano só escapou de cumprir pena na prisão por problemas fiscais após pagar uma quantia ao governo espanhol. A ida para a França aliviaria muito a pressão sobre o jogador com relação ao processo, apesar de não se ter certeza de que abrandaria uma punição ao brasileiro.

Saída em 2017

O vínculo atual termina em julho de 2018. Renovar até 2021 como deseja o Barcelona significa um drástico aumento na multa rescisória. Assim, o PSG ficaria longe de ter Neymar em qualquer futuro próximo e o jogador se veria preso ao clube catalão por mais um longo período de tempo. 
O Barça não quer abrir mão de Neymar. A venda para o PSG no momento seria pelo pagamento da multa de quase 200 milhões de euros (cerca de R$ 800 milhões). Ao final da próxima temporada, com apenas mais um ano de contrato, a tendência de uma queda brusca no valor aceito é provável.
Dar aumento a Neymar sem a renovação contratual está fora de cogitação no Barcelona. Só que o manter sem alterações na validade no vínculo é um grande risco de mercado. Aos catalães ainda fica o temor de provar do próprio veneno de quem assinou e pagou uma garantia para ter Neymar mais de um ano antes da saída do Santos.
O caminho imediato para o PSG é o preferido pelo pai de Neymar. Coube ao filho o pedido de tempo. A bola ainda pesa na decisão do jogador, esperançoso em ver o Barcelona novamente conquistar a Tríplice Coroa como na temporada 2014-2015. Fatores como a pressão dos franceses e os problemas judiciais podem, entretanto, acabar acelerando o plano de espera considerado ideal.
Na temporada 2014/2015, Neymar terminou com a indicação à Bola de Ouro da Fifa ao lado de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo. Para o próximo prêmio, referente à 2016, muitos o colocam em retrocesso, estando agora atrás de outro companheiro de time: o artilheiro Luis Suárez.
O tópico é ponto principal do debate de Neymar com os brasileiros do PSG. Thiago Silva, o capitão da equipe francesa, é o mais empenhado na busca por o convencer pela transferência. Questões como a escolha do posicionamento em campo, o relacionamento com outros companheiros, a cidade de Paris. Tudo é abordado nas conversas entre os dois grandes amigos.
A renovação de contrato já foi dada como certa por Neymar e o Barcelona. Mesmo sendo essa a prioridade para ambos durante meses, ela acabou emperrando. Ainda não está descartada, mas, enquanto isso, o PSG fica cada vez mais próximo do brasileiro. Mesmo que ainda tenha que esperar mais um ano.
Procurada pela reportagem, a assessoria de Neymar afirmou que o jogador e seu pai não irão comentar sobre o assunto. Já o empresário Wagner Ribeiro não atendeu aos telefonemas.