Pular para o conteúdo principal

Treino da Seleção exercitou os dois setores

Foi o 15º dia de treinamento da Seleção Brasileira na preparação para a disputa da Copa América Centenário. Desta vez em Orlando, na Flórida, dois dias antes do jogo contra o Haiti, válido pela segunda rodada da fase de classificação da competição, nos Estados Unidos. O treino foi o primeiro em Orlando e já contou com a participação de Paulo Henrique Ganso e Walace. 
Os dois estavam felizes, Ganso ainda mais pelo fato de voltar quatro anos depois ao ambiente da Seleção Brasileira, como ele contou. - Estava com saudade da Seleção.Minha última vez foi nas Olimpíadas de Londres. E hoje deu para matar um pouco essa saudade. Estou muito feliz, pois essa convocação representa o reconhecimento ao meu trabalho no clube. A atividade da Seleção começou e transcorreu sob chuva, bem mais branda do que a tempestade que o antecedeu, e na primeira parte constou de um pequeno jogo, em campo reduzido, de quatro contra quatro jogadores, com um de coringa. A segunda parte foi um treinamento, ainda em campo reduzido, de ataque conta defesa. 

O objetivo geral dos exercícios foi aprimorar as triangulações, a utilização do jogador de apoio e o posicionamento do jogador que serve de pivô para a chegada do homem de frente. A movimentação nos espaços, a pressão sobre o jogador que tem a posse da bola, transições e um balanço defensivo também foram exercitados. Um convidado ilustre assistiu ao treinamento: o pentacampeão do mundo Kleberson, que atua há quatro anos no Fort Laudedale Strickers. Ele estava com o filho Klebinho, de 12 anos.

CONTEÚDO CBF

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.