Treino da Seleção exercitou os dois setores

Foi o 15º dia de treinamento da Seleção Brasileira na preparação para a disputa da Copa América Centenário. Desta vez em Orlando, na Flórida, dois dias antes do jogo contra o Haiti, válido pela segunda rodada da fase de classificação da competição, nos Estados Unidos. O treino foi o primeiro em Orlando e já contou com a participação de Paulo Henrique Ganso e Walace. 
Os dois estavam felizes, Ganso ainda mais pelo fato de voltar quatro anos depois ao ambiente da Seleção Brasileira, como ele contou. - Estava com saudade da Seleção.Minha última vez foi nas Olimpíadas de Londres. E hoje deu para matar um pouco essa saudade. Estou muito feliz, pois essa convocação representa o reconhecimento ao meu trabalho no clube. A atividade da Seleção começou e transcorreu sob chuva, bem mais branda do que a tempestade que o antecedeu, e na primeira parte constou de um pequeno jogo, em campo reduzido, de quatro contra quatro jogadores, com um de coringa. A segunda parte foi um treinamento, ainda em campo reduzido, de ataque conta defesa. 

O objetivo geral dos exercícios foi aprimorar as triangulações, a utilização do jogador de apoio e o posicionamento do jogador que serve de pivô para a chegada do homem de frente. A movimentação nos espaços, a pressão sobre o jogador que tem a posse da bola, transições e um balanço defensivo também foram exercitados. Um convidado ilustre assistiu ao treinamento: o pentacampeão do mundo Kleberson, que atua há quatro anos no Fort Laudedale Strickers. Ele estava com o filho Klebinho, de 12 anos.

CONTEÚDO CBF

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"