Pular para o conteúdo principal

Neymar pede desculpas por xingamentos nas redes sociais

O capitão brasileiro xingou os críticos após a eliminação da Seleção Brasileira, mas reconheceu que se excedeu
Após desabafar nas redes sociais após a eliminação do Brasil para o Peru, atacando críticos da seleção, o atacante Neymar voltou a usar seu Instagram para pedir desculpas por suas palavras. O jogador foi muito criticado por jornalistas e torcedores por xingar os críticos e reconheceu que se excedeu por estar chateado pelo resultado na Copa América.   
"Meus cinco minutos no Brasil foram suficientes para perceber que meu post/desabafo no Instagram tinha tido uma repercussão negativa, gigante por aqui. O que ouvi das pessoas que me receberam no aeroporto foi que eu 'me excedi'... Admito... Sim, eu 'me excedi'. PEDIR DESCULPAS a todos os que se sentiram ofendidos é o mínimo que posso fazer", escreveu o capitão brasileiro.  

"Escrevi aquilo após o resultado do Brasil contra o Peru, e fiquei muito chateado com a eliminação e revoltado com as palavras que ouvi e li dirigidas aqueles atletas, afinal sou parte daquele grupo. Há uma minoria que também 'se excede' com o microfone ou a caneta em mãos, mas como disse, é uma minoria. Mirei em meia dúzia e acertei em milhares, milhões", acrescentou.  
Resultado de imagem para goal logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.