Messi quer a Copa para acabar com a seca de títulos

A estrela da seleção argentina, Lionel Messi quer ganhar custe o que custar a Copa América Centenário, terminando de uma vez por todas com a seca de 23 anos sem títulos da Argentina e seu estigma de duas finais perdidas em um ano, no Mundial-2014 e em Chile-2015.

"Tomara que dê certo de uma vez", Messi disse após o 4-0 sobre os Estados Unidos, em sua terceira final consecutiva em dois anos.
La Pulga veio de marcar um belo gol de tiro livre que faz dele o goleador histórico da Argentina com 55 gols feitos e completar um grande jogo no estádio NRG de Houston, no Texas. Mas sua cabeça estava em Nova York e não mais em Houston.
26 de junho de 2016 no MetLife Stadium, em East Rutherford é a data e o local que obsessiona o craque argentino e várias figuras de uma geração que até agora viu seus rivais levantando uma taça atrás da outra.
Mas o sensação é bastante diferente. Apenas dois dados: 18 gols em cinco jogos e apenas dois recebidos. A Argentina está forte e cheia de vigor, com poucas fissuras e, especialmente, com uma variedade de opções que a afastam da 'Messi-dependência'.
Assim, o Enano, como é chamado pelo gigante goleiro Sergio Chiquito Romero, se sente mais solto, com o companheiros livres para receber seus passes, cumprindo um papel semelhante ao desempenhado no Barcelona.
Resultado de imagem para conmebol

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"