Pular para o conteúdo principal

Lágrimas de Di Maria

O site do jornal esportivo de Portugal "O Jogo" deu amplo destaque  para o argentino Di Maria na estréia da Argentina , nesta Copa América Centenário e o motivo da reportagem do último dia 07 de junho foi a morte da avó do jogador: Jogo intenso para o ex-Benfica no duelo entre Argentina e Chile. Grande exibição numa noite marcada pela morte da avó.

  Jogo de emoções fortes para Ángel di María. O jogador do PSG marcou na vitória (2-1) da Argentina frente ao Chile, para a Copa América, e não escondeu a emoção num dia marcado pelo falecimento da avó.

Depois do jogo, não evitou as lágrimas. "É muito difícil por causa da minha mãe e dos meus tios, por todos. Às vezes criticam-nos e quando acontecem essas coisas é difícil estar longe da família. Queria jogar. Para ela era um orgulho eu estar na seleção, então pedi à minha mãe para jogar. 
Sabia que podia marcar um golo, já tinha acontecido uma vez com o meu sogro. Agora aconteceu com a minha avó. Por isso estou contente. Resta-me mandar um abraço para a minha família", afirmou o extremo. 
 Quando marcou, Di María homenageou a avó com uma 
t-shirt na qual se lia "avó vou sentir muito a tua falta".
Resultado de imagem para o jogo pt logo png

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.