Pular para o conteúdo principal

Grêmio e Chapeconse ótimo jogo

Gostei de ver Grêmio e Chapeconse na última quarta feira , onde as duas equipes protagonizaram uma primorosa partida de seis gols, Chapecoense e Grêmio empataram na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela oitava rodada do Brasileirão na noite desta quarta-feira (15). Os gols do time da casa foram marcados por Thiego, duas vezes, e Bruno Rangel. O time gaúcho foi às redes com Geromel, Jailson e Giuliano. Com o empate, o Grêmio chegou a 15 pontos, permanecendo temporariamente na terceira posição. Já a Chapecoense é a oitava colocada, com 11. 

O primeiro tempo já valeu o ingresso para quem foi à Arena Condá. Foram dois gols para cada lado. Se o Grêmio chegou mais, com 10 finalizações, a Chapecoense foi mais efetiva, marcando dois gols nas quatro chances que teve.
O primeiro saiu em cobrança de escanteio dos visitantes, logo aos 2 minutos. Douglas pegou de primeira e a bola foi na direção de Pedro Geromel, que arrematou de cabeça. A Chapecoense não se intimidou e empatou aos 17 minutos, com Thiego colocando de cabeça a cobrança de escanteio de Hyoran.
Oito minutos depois e Silvinho, da Chapecoense, foi derrubado na área, após boa jogada pela esquerda. Pênalti que Bruno Rangel cobrou e fez, para se isolar na artilharia do Brasileiro com sete gols. O gol de empate gremista saiu aos 41 minutos, quando o jovem Jailson recebeu passe de Douglas e entrou como uma flecha na zaga catarinense para fazer o seu. 
No retorno para o segundo tempo, o Grêmio mostrou mais vontade para sair com a vitória. Edílson levou perigo em duas oportunidades, acertando a trave de Danilo em cobrança de falta. Jailson e Negueba também tiveram chances. Mas mais uma vez a Chapecoense foi eficiente e precisou de um escanteio, aos 35 minutos, pra fazer o terceiro, com Thiego novamente.
Era o final perfeito para a torcida alviverde, mas a alegria durou pouco. Aos 37, Giuliano completou de cabeça o cruzamento do estreante Negueba e selou o empate. 
No próximo final de semana, a Chapecoense vai a Salvador (BA) enfrentar o Vitória, no Barradão. Partida das 11h. O Grêmio fecha a rodada, às 19h de domingo, jogando em casa contra o Cruzeiro. 
FICHA TÉCNICA:
CHAPECOENSE 3 X 3 GRÊMIO
CHAPECOENSE - Danilo; Gimenez, Marcelo, Thiego, Lucas Mineiro (Sérgio Maoel); Josimar, Cleber Santana, Hyoran (Arthur Maia); Lucas Gomes, Silvinho, Bruno Rangel (Moisés). Guto Ferreira.
GRÊMIO - Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Wallace Reis, Marcelo Hermes; Walace, Jailson (Bobô), Douglas, Giuliano (Kaio); Luan, Everton (Negueba). Técnico: Roger Machado.
GOLS - Pedro Geromel, aos 2, Thiego, aos 17, Bruno Rangel, aos 25, Jailson, aos 41 minutos do primeiro tempo; Thiego, aos 35, e Giuliano, aos 37 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO - Luiz Flavio de Oliveira (SP).
CARTÃO AMARELO - Lucas Gomes, Marcelo (Chapecoense); Jailson, Edílson (Grêmio).
PÚBLICO - 13.154 pagantes.
RENDA - R$ 446.485,00.
LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).


Postagens mais visitadas deste blog

O futebol e a salsicha

Dia destes numa fila qualquer ouví um dizer: "Perdí as esperanças no futebol depois da final da Copa da França em 1998. 
 Logo pensei : 

" Se Imaginássemos como são feitos o futebol e a salsicha jamais consumiriamos essas "guloseimas"

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

07/08/2016 22:05 A seleção brasileira masculina de hóquei sobre grama disputou o seu segundo compromisso no torneio dos Jogos Olímpicos Rio 2016 neste domingo, 8 de agosto, no Centro Olímpico de Hóquei, no Complexo de Deodoro. Ao enfrentar a forte Bélgica, a seleção brasileira foi derrotada pelo placar de 12 a 0. O Brasil passou a somar duas derrotas em duas partidas, já que perdeu na estreia para a Espanha por 5 a 0. Na próxima rodada, terça-feira, 9 de agosto, os brasileiros voltam a campo para encarar a Grã-Bretanha. Encarando um time muito competitivo, os atletas brasileiros conseguiram manter o jogo equilibrado até o fim do primeiro quarto – de um total de quatro quartos, de 15 minutos cada –, quando a Bélgica marcou seus dois primeiros gols. A partir daí, a equipe brasileira sucumbiu à superioridade belga, ameaçando o gol adversário apenas em lances esporádicos. Com o domínio absoluto da partida, a Bélgica foi ampliando até chegar ao placar final de 12 a 0. "Pela primeira vez …

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)