Pular para o conteúdo principal

Atlético-MG 2 x 1 Corinthians Com Fred e Cazares, Galo sai do Z4




O Atlético-MG venceu o Corinthians por 2 a 0 nesta quarta-feira, pela 10ª rodada do Brasileirão, no estádio do Mineirão, e conseguiu sair, pelo menos temporariamente, da zona de rebaixamento do torneio. Com a vitória, o Galo chegou aos 11 pontos e torce para que as equipes da parte de baixo não vençam seus compromissos para não correr o risco de retornar ao Z4. 

 Com a estreia de Cristóvão Borges como novo técnico do Corinthians (Tite assumiu o comando da seleção brasileira nesta semana), o Timão perdeu a chance de dormir na vice-liderança do torneio, atrás apenas do Palmeiras, que venceu sua partida da 10ª rodada nesta terça-feira. 

 O placar acabou refletindo como foi a partida. O time da casa dominou a partida desde o início e buscou o gol com mais frequência. Fred (21min do segundo tempo) e Cazares (37 do segundo) marcaram pelo Galo; e Lucca descontou para os corinthianos, aos 44min do segundo tempo. 

  Leia mais em Guia do Boleiro - http://www.guiadoboleiro.com.br/noticia/2016/06/22/gols-atletico-mg-2-x-1-corinthians-fred-e-cazares-lucca-brasileirao-melhores-momentos-5446.html

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.