Pular para o conteúdo principal

Cristiano Ronaldo joga microfone de jornalista em lago na França


Cristiano Ronaldo, questionado pelas atuações na Eurocopa, se envolveu em polêmica nesta quarta-feira, ao jogar o microfone de um jornalista em um lago, na cidade de Lyon, onde a seleção portuguesa está concentrada para o duelo com a Hungria, pela terceira rodada do grupo F.
A delegação lusa fazia caminhada matinal, cercada por torcedores e repórteres. Um dos profissionais de imprensa, da emissora de televisão ligada ao jornal sensacionalista "Correio da Manhã", o mais vendido do país, se aproximou e fez uma pergunta.
"Preparado para este jogo?", disse o jornalista.
Sem dizer uma palavra sequer, Cristiano Ronaldo tomou o microfone do repórter e o lançou na água. Em seguida, seguranças afastaram toda a equipe que fazia a cobertura do passeio de perto do atacante do Real Madrid, que seguiu caminhando.
Logo mais, Portugal e Hungria duelam no Parc Olympique Lyonnais, com CR7 e companhia precisando de um empate, pelo menos, para avançar às oitavas de final. A seleção lusa pode terminar o dia entre o primeiro e o último lugar da chave, esta última possibilidade resultaria em eliminação precoce.
Resultado de imagem para agencia efe logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.