Pular para o conteúdo principal

Casagrande aprova escolha de Tite para a Seleção: "É o nosso Guardiola"


Parece que há uma unamidade em torno de decisão tomada pelos cartolas da CBF  em definir a contratação de Tite para comandar nossa Seleção , ainda sobre o fato o artigo à baixo esclarece , "quase tudo".

O treinador Tite e o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, deverão ter uma reunião nesta quinta-feira para acertar os últimos detalhes antes do anúncio do ex-treinador do Corinthians como técnico da Seleção. 

Comentarista da Rede Globo, Casagrande elogiou a escolha do gaúcho para comandar o Brasil na luta por uma vaga para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, e o comparou a Pep Guardiola, técnico do Manchester City, da Inglaterra (assista ao vídeo). 

 De acordo com o comentarista da Rede Globo, o gaúcho pode ser considerado o Guardiola brasileiro pela forma como arma as suas equipes. O espanhol tem bastante prestígio no continente europeu pelos trabalhos vitoriosos no Barcelona e no Bayern de Munique. No currículo, ele tem três Ligas dos Campeões, dois Mundiais, três Campeonatos Espanhóis e três Campeonatos na Alemanha. 

- É um nome justo. O Tite é o nosso Guardiola, neste momento. Pelo estilo de jogo e pela forma como ele faz o time jogar.
Resultado de imagem para sportv

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.