Pular para o conteúdo principal

Austrália cobra aumento de segurança para Rio 2016 após atleta ser assaltada


Por Nick Mulvenney
Photo 

SYDNEY (Reuters) - O Comitê Olímpico Australiano exigiu que o Rio de Janeiro reforce a segurança na cidade depois que uma velejadora paralímpica e uma integrante da equipe foram assaltados à mão armada durante um treinamento para a Olimpíada de agosto no fim de semana.
A chefe da missão olímpica da Austrália, Kitty Chiller, disse que o incidente foi um "pequeno alerta" e que escreveu ao comitê organizador Rio 2016 e ao prefeito do Rio, Eduardo Paes, cobrando uma ação.
"Estamos exigindo que o nível das forças de segurança, que são cerca de 100 mil, seja revisto e também estamos pedindo que elas sejam acionadas mais cedo, antes da época dos Jogos, especialmente ao redor de locais de treino e competição", disse ela repórteres em Sydney.
"Não é um incidente isolado", acrescentou. "Chegou a um ponto agora em que passos e medidas têm que ser tomados para fazer com que todos os membros de nossa equipe que vão ao Rio para os Jogos Olímpicos no mês que vem estejam seguros".
A velejadora paralímpica Liesl Tesch e a fisioterapeuta Sarah Ross contaram que estavam andando de bicicleta em um parque próximo de seu hotel, na praia do Flamengo, na manhã de domingo, quando foram confrontadas por dois homens, um dos quais tinha uma arma.
Liesl, que conquistou um ouro na Paralimpíada de Londres 2012 e também competiu no basquete como cadeirante, disse à televisão australiana que o homem armado apontou a arma para ela e depois a derrubou no chão.
"Foi absolutamente horripilante, ainda vejo tudo claramente na minha cabeça. Nós duas estamos abaladas, mas fisicamente estamos bem", disse a atleta, que treinou em seu barco no mesmo dia.
Kitty disse que o incidente "extremamente preocupante e perturbador" é ainda mais alarmante porque aconteceu em plena luz do dia e perto do local de treinamento.
Reuters Brasil
                © Thomson Reuters 2016 All rights reserved.



Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.