Pular para o conteúdo principal

Acesso : Cianorte FC levanta o "caneco" junto de sua torcida em data gloriosa

Campeão da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense era um título que faltava ao Cianorte FC , mesmo tendo disputado várias edições da competição , o Leão do Vale do Ivai jamais havia conquistado um Campeonato Paranaense da Segunda Divisão , mas tabu existe pra ser batido , e neste domingo 05/06/2016 o Cianorte FC venceu o Prudentópolis FC  pelo placar de 1x0 em jogo realizado no Estádio Olímpico Albino Turbay em Cianorte , na segunda partida da decisão da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense 2016 , Valdo Gigante fez o único gol na tarde fria e chuvosa na Capital do Vestuário no noroeste do Paraná. 
O  time leonense havia vencido no jogo de ida em Prudentópolis pelo placar de3x1 e jogava neste domingo 05 , com a vantagem de dois gols sobre o adversário.O título premiou o melhor time da competição com um handicap brilhante que o garantiu com vaga na elite do futebol paranaense a partir de 2017 . O Cianorte FC terminou o torneio de forma invicta , e com o goleiro menos vazado da competição , João Gabriel o goleiro do Cianorte FC  foi vencido apenas por sete oportunidades. 1972 pagantes foram registrados no Albino Turbay nesta tarde fria e chuvosa em Cianorte .


Reportagem de JB Miotto especial para este blog

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.