ZH

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...

/

ESPORTE PARA TODOS!

 

OUÇA - A VIDA DE WILSON SILVA

domingo, 22 de maio de 2016

UOL : Na Vila, Santos vira aos 51 contra o Coritiba e vence 1ª no Brasileiro

Quando parecia que o Santos terminaria mais uma rodada sem vencer no Campeonato Brasileiro, a equipe comandada por Dorival Júnior foi guerreira, lutou até o final e foi recompensada nos acréscimos da partida contra o Coritiba. Neste domingo, na Vila Belmiro, o jogo estava empatado até os 51 minutos do segundo tempo, quando Renato, que sofria com dores nas pernas, ganhou de cabeça na área e decretou por 2 a 1 a primeira vitória alvinegra na competição nacional.
Em um primeiro tempo muito equilibrado, foi o Coritiba que saiu em vantagem. Após bela jogada ofensiva, Dodô encontrou Leandro pelo lado direito, o atacante invadiu a área e cruzou rasteiro para Kleber, que se movimentou bem e só precisou empurrar para o gol. O Santos buscou o empate em uma bela cobrança de falta de Vitor Bueno e Renato, sentindo dores, conseguiu virar aos 51 da etapa final.
Com o resultado, o Santos conquista seus primeiros três pontos no Campeonato Brasileiro, já que perdeu na primeira para o Atlético-MG. Já o Coritiba segue estacionado com apenas uma vitória contra o Cruzeiro na estreia.

Quem foi bem: Dorival Júnior, mexeu e mudou o jogo

Percebendo a dificuldade que o Santos enfrentava para criar oportunidades de gol, Dorival Júnior optou pela saída de Lucas Lima para a entrada de Paulinho, ainda no intervalo. Com a mudança, Vitor Bueno passou a comandar as ações ofensivas do time, o Santos melhorou e passou a tomar conta do jogo na etapa final, conseguindo uma virada incrível nos últimos segundos de bola rolando.

Quem foi mal: Lucas Lima voltando de lesão

Após passar por um tratamento intensivo para se recuperar de uma lesão no tornozelo direito, sofrida no primeiro jogo da decisão o Campeonato Paulista, Lucas Lima voltou ao time titular do Santos, mas decepcionou. Sentindo a falta de ritmo e com pouca movimentação, o meio-campista criou pouco no setor ofensivo. Quando acertou bons passes, os companheiros não ajudavam em posição de impedimento. Acabou substituído no intervalo pelo atacante Paulinho.

Invencibilidade na Vila

Com a vitória, o Santos chega ao 29º jogo de invencibilidade na Vila Belmiro, sendo, agora, 25 vitórias e quatro empates. A última derrota da equipe dentro de sua casa aconteceu no longínquo 5 de julho de 2015, ainda pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, quando o Grêmio venceu por 3 a 1, com gols de Pedro Rocha, Galhardo e Yuri Mamute. Ricardo Oliveira descontou para o Santos naquela oportunidade.

R. Oliveira fora, e substituto ansioso

Sem Ricardo Oliveira, que ainda se recupera de uma lesão no joelho direito, Dorival Júnior optou pela entrada de Joel. O camaronês, apesar da velocidade e movimentação, demonstrou em diversas vezes uma ansiedade para definição do lance, ficando em posição irregular em vários momentos durante a partida. Em um deles, ele acertou a trave e a bola sobrou para Gabriel marcar, mas a oportunidade foi bem anulada pelo bandeira.

Última partida?

Uma dúvida paira na cabeça dos torcedores santistas a partir deste domingo. Teria sido esse a última partida de Gabriel e Lucas Lima com a camisa do Santos? Isso porque logo após o jogo, os dois vão se apresentar ao técnico Dunga para a disputa da Copa América Centenário pela seleção brasileira, competição que acontece entre os dias 3 e 26 de junho, nos Estados Unidos. Além de poder perder até nove rodadas do Campeonato Brasileiro (caso o Brasil chegue à decisão), o atacante e o meio-campista costumam ser assediados nas janelas de transferência, sendo que a próxima se inicia em julho, logo após o fim do torneio continental.

Capitão homenageado

Antes do jogo, Renato, que marcou o gol da vitória, recebeu da diretoria uma placa comemorativa pelos seus 300 jogos com a camisa do Santos. Apesar de começar a carreira como profissional no Guarani, foi na equipe da Vila Belmiro que ele ganhou destaque no cenário do futebol nacional. Pelo time da baixada, ele foi campeão brasileiro em 2002 e 2004 e, nesta segunda passagem, campeão paulista em 2015 e 2016.

Agenda

Na próxima rodada, O Santos visita o Figueirense, quarta-feira (25), às 19h30 (de Brasília), no Orlando Scarpelli, em Santa Catarina. Já o Coritiba recebe o São Paulo, no mesmo dia, mas às 21h45, no Couto Pereira.


FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 1 CORITIBA
 
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 22 de maio de 2016, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Pablo Almeida da Costa e Celso Luiz da Silva (ambos de MG)
GOL: Kléber, aos 19min do 1º tempo (Coritiba); Vitor Bueno, aos 16min do 2º tempo e Renato, aos 51min do segundo tempo.
 
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia, Vitor Bueno (Matheus Nolasco) e Lucas Lima (Paulinho); Gabriel e Joel (Ronaldo Mendes). Técnico: Dorival Júnior
 
CORITIBA: Wilson; Dodô, Rafael Marques, Juninho, Carlinhos; João Paulo, Alan Santos (Ícaro), Ruy (Thiago Lopes), Cesar González e Leandro; Kleber (Guilherme Parede). Técnico: Gilson Kleina
Resultado de imagem para uol esporte logo