TT : Ibrahimovic brilha em despedida e PSG conquista Copa da França

A despedida de Zlatan Ibrahimovic não poderia ser diferente de toda a sua passagem pelo PSG: com brilho na final da Copa da França. Com dois gols e uma assistência, o atacante sueco comandou a vitória da equipe parisiense sobre o Olympique de Marselha por 4 a 2, neste sábado, no Stade de France, garantindo o 12º título com a camisa do clube.
Ainda sem ter um lugar definido para a próxima temporada, Ibrahimovic deixa o PSG com números impressionantes. Além de agora ser o maior artilheiro da história do clube com 156 gols, o sueco fecha a passagem com quatro títulos do Campeonato Francês, dois da Copa da França, três da Copa da Liga da França e três da Supercopa da França. Ele ainda tem 61 assistência em 180 jogos.
Para o clube, a partida também marcou o fim de uma temporada perfeita no âmbito nacional – na Liga dos Campeões o time caiu nas quartas de final. Atual tetracampeão da liga francesa, o PSG comemorou o décimo título da Copa da França, o segundo consecutivo.
Festa também para os brasileiros Thiago Silva, Marquinhos e Maxwell, titulares no duelo contra o Olympique Marselha. Lucas e David Luiz também entraram em campo nos 15 minutos finais. O ex-são-paulino perdeu um gol feito no último minuto, chutando para fora após driblar o goleiro.
A final começou quente, com um gol do PSG logo aos 2min. Di Maria avançou pela direita e cruzou rasteiro para Matuidi, que se adiantou em relação à marcação e abriu o placar. O empate do Olympique veio aos 11min, em chute de Thauvin que desviou em Thiago Silva e entrou no canto de Sirigu.
No segundo tempo, o PSG não demorou a definir a vitória. No primeiro tempo, Matuidi foi derrubado por N´Koulou na área e o juiz marcou pênalti. O cobrador não poderia ser outro a não ser Ibrahimovic, que marcou ao bater no canto direito.
A esperança do Olympique diminuiu aos 11min, quando Cavani recebeu cruzamento de Ibrahimovic e tocou rasteiro na saída do goleiro. A equipe de Marselha ainda tentou reagir, mas no contra-ataque o sueco marcou seu último gol com a camisa do PSG, tocando rasteiro após assistência de um Matuidi. Uma despedida e tanto, com aplausos entusiasmados em sua substituição aos 44min. O time de Marselha ainda diminuiu com Batshuayi, nas nada que atrapalhasse a festa parisiense. 
Resultado de imagem para terceiro tempo

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"