Pular para o conteúdo principal

Paes critica orientação da OMS para evitar aéreas pobres do Rio durante Jogos por Zika

Photo
RIO DE JANEIRO (Reuters) - O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, criticou nesta sexta-feira a orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para evitar visitas a áreas urbanas pobres e superlotadas durante os Jogos Olímpicos devido ao Zika vírus, e argumentou que a doença não tem ligação com classe social.
Segundo Paes, as pessoas que visitarem o Rio terão que ter cuidado para evitar o mosquito transmissor do Zika, mas discordou da recomendação sobre visitas a regiões pobres.
“As recomendações são todas válidas e a única que eu não concordo é evitar as áreas pobres. Se você for olhar o mapa de infestação da dengue no Rio, que é muito mais dramática que a Zika, ela não escolhe classe social e não necessariamente nas áreas mais pobres da cidade”, disse o prefeito a jornalistas.
A OMS recomendou também que atletas e visitantes devem consultar um profissional de saúde antes de viajar, usar repelentes de insetos e roupas que cubram o máximo possível do corpo, além de praticar sexo seguro ou se abster durante sua estadia e por pelo menos quatro semanas após o retorno.
Escolher acomodações com ar condicionado é mais uma recomendação, e gestantes deveriam evitar viagens a áreas com epidemias de Zika, o que inclui o Rio, disse a OMS na quinta-feira.
“Acho que uma das riquezas do Rio são as áreas mais pobres da cidade, mas as outras recomendações como sexo seguro, usar repelente, é sempre bom, mas não frequentar a cidade toda, desaconselho”, declarou Paes.
O Zika vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, que também é o vetor da dengue e da febre chikungunya, foi declarado uma emergência global de saúde pública pela Organização Mundial da Saúde (OMS) devido às suspeitas de ligação da infecção do vírus em grávidas com a microcefalia em recém-nascidos.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o Rio teve neste ano 22.413 casos de Zika e 15.001 de dengue.
(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)
Reuters Brasil

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.